//
você está lendo...
Economia, Indústria

A fantasia industrial

A cota-parte dos municípios paraenses na receita do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) totalizou 13,2 milhões de reais no mês passado. Se essa merreca fosse distribuída igualitariamente pelos 144 municípios, daria R$ 30 mil per capita – o custo de um fim de semana de um industrial paraense em Miami, seu Nirvana. Mas um terço desse mel coado ficou concentrado em Parauapebas (R$ 2 milhões), Belém (R$ 1,5 milhão), Belém (R$ 1,5 milhão) e Canaã dos Carajás (R$ 1,3 milhão).

Só há um futuro para Belém: o quaternário. Se os prefeitos (e a população) ajudarem. Industrialização, nem pensar. E mesmo no Estado, industrialização é fantasia cultivada pela Fiepa para continuar a existir.

O velho colonialismo apenas ficou sofisticado, graças à tecnologia.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: