//
você está lendo...
Cidades, Memória

Memória – A estação demolida

O antigo terminal da Estrada de Ferro de Bragança em Belém não era nenhuma Estação da Luz, a charmosa réplica paulistana da matriz inglesa. Mas não merecia o destino amargo que o Departamento de Estrada de Rodagem lhe reservou no primeiro governo de Alacid Nunes, uma espécie de Barberini sem nobiliarquia de Belém (ou um huno da arquitetura?).

A estação de trens de São Braz foi demolida e em seu lugar surgiu a desenxabida rodoviária, hoje mal-acomodada no lugar por falta de visão de quem a concebeu – ao menos visão prospectiva. A demolição começou em setembro de 1968.

Discussão

2 comentários sobre “Memória – A estação demolida

  1. Essa desativação da ferrovia Belém-Bragança faz parte do pior erro que o Brasil cometeu na hist9ria do transporte: a desativação ou o abandono das ferrovias em detrimento do modal rodoviário. Hoje estamos pagando um preço alto por isso.

    Curtir

    Publicado por Igor | 17 de maio de 2022, 10:31

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: