//
você está lendo...
Cultura, Governo, Política

Sangradouro e sumidouro

Quanto custaria ao Estado apoiar a maltratada atividade dos produtores de juta que ainda se mantêm nesse cultivo, minorado o seu trabalho e valorizando a sua produção: Certamente, bem menos do que os 2,3 milhões de reais que sairão dos cofres públicos para as contas de cantores e grupos musicais (e suas origens e extensões), na forma de cachê artístico, mal disfarçada “rachadinha” à moda paraense.

Humberto Bozi Spindola, presidente da Fundação Cultural do Estado do Pará, homologou esse pagamento em 23 contratos, assinados com inexigibilidade de licitação pública, conforme publicação no Diário Oficial de hoje.

Discussão

2 comentários sobre “Sangradouro e sumidouro

  1. Assim fica claro as prioridades do governo.

    Curtir

    Publicado por ricardoconduru | 23 de maio de 2022, 20:51
    • Como a enchente está no seu auge, a visita do nosso governador globe-trotter (ele estará agora em Davos, na Suíça, certamente levando na mala A Montanha Mágica, de Thomas Mann, para se familiarizar com o local), acompanhado de comitiva, para levar a ajuda aos juteiros, seria oportuna, positiva e ainda renderia votos mais saudáveis do que o das rachadinhas dos cachês artísticos.

      Curtido por 1 pessoa

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 24 de maio de 2022, 09:20

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: