//
você está lendo...
Cultura, Governo, Política

A escandalosa ação entre amigos

A Fundação Cultural do Pará é um sangradouro (e um sumidouro) de dinheiro público.  Seu orçamento não para de crescer, ano a ano. Nunca tanto recurso foi destinado para essa autarquia:

O gasto de 2022 se refere à despesa empenhada até ontem. Ou seja, estamos na metade do ano e a despesa praticamente já é a mesma de todo o ano passado.

No Portal da Transparência do Governo do Estado é possível verificar que em torno de 80% desse orçamento foi destinado para pagamento de empresas (empresários) que contratam artistas para realização de shows, a maioria deles no formato de “live”. Veja-se na tabela a seguir os empresários que receberam recursos (de janeiro a julho de 2022):
Muitas dessas empresas foram criadas recentemente (há menos de dois anos). A empresa que mais recebeu recursos foi criada em janeiro. Seu primeiro contrato foi celebrado em abril; até o dia 6 deste mês já contratou mais de 12 milhões de reais.

Há indícios de que muito desse dinheiro tem origem em emenda parlamentar, mas a total falta de transparência sobre esses recursos não pode ser afirmada. Ao menos por enquanto.
Sem fazer juízo de valor sobre a qualidade e necessidade desses shows, não é possível achar normal o total de recursos destinados para esse tipo de evento, considerando a situação pós-pandemia e a falta de recursos da população para atravessar esse período extremamente difícil – e com a ameaça de uma quarta onda da covid. 

Só para comparar, o Programa Bora Belém, que é fruto da cooperação entre o governo do Pará e a prefeitura de Belém, foi criado para garantir um auxílio de até R$ 450 a famílias em situação de vulnerabilidade social e que tiveram as condições financeiras agravadas pela pandemia. A Secretaria de Emprego, Trabalho e Renda repassa recursos para a prefeitura de Belém executar o programa. Em 2022, já repassou R$ 13.87 milhões. Portanto, menos de 15% do que foi destinado a esses shows, a esmagadora maioria deles apresentados pelo Youtube.
Vai continuar o silêncio cúmplice com esse escândalo?

Discussão

4 comentários sobre “A escandalosa ação entre amigos

  1. É,Lúcio,esses vampiros do erário não estão pra brincadeira.

    Curtir

    Publicado por Wilton Almeida | 7 de julho de 2022, 09:59
  2. Será que a Receita Federal fiscaliza o ganho desse pessoal? Será que eles declaram todo esse dinheiro que ganham?

    Curtir

    Publicado por Regina | 8 de julho de 2022, 17:08

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: