//
você está lendo...
colonialismo, Colonização

O Pará: 150 anos atrás

O Brasil tinha menos de 10 milhões de habitantes (9.930.478) 150 anos atrás, quando foi realizado o primeiro recenseamento, em 1872. Os escravos representavam mais de 15% de toda população (eram 1,5 milhão). O Pará possuía menos de 250 mil habitantes (249.074), distribuídos em 11 comarcas: Belém (88.377), Breves (30.390), Vigia (27.065), Cametá (26.690), Santarém (25.409), Bragança (14.921), Cachoeira (13.887), , Gurupá (8.160), Macapá (6.270), Óbidos (5.113) e Marajó (2.792). Agrupando suas quatro comarcas, o Marajó tinha 55.179 habitantes, ou um quarto da população paraense.

Quanto mudou a demografia estadual nesse século e meio de história. O Pará virou fronteira e colônia de imigração – de gente, de capital, de tecnologia e até mesmo de história forânea acondicionada em caixa preta.

ACRÉSCIMO

Convém lembrar que o resultado do censo foi muito contestado no Pará e fora dele. O senador Cândido Mendes, do vizinho Maranhão, por exemplo, no seu Atlas do Brasil, calculava que os paraenses somavam 380 mil almas.

Como será o recenseamento tardio de Bolsonaro?

Discussão

Um comentário sobre “O Pará: 150 anos atrás

  1. É como se todo o Brasil de então se instalasse agora no Pará.

    Curtir

    Publicado por pedrocarlosdefariapinto | 10 de agosto de 2022, 20:31

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: