//
você está lendo...
Garimpo

Um inferno sem Dante

Vai uma das fotos.
E outra.

Meu grande amigo, o fotógrafo Paulo Santos, filho de outros dois grandes amigos (Roberto e Elizabeth Santos), acaba de me dar um régio presente: duas ampliações de fotos que fiz em uma das minhas incursões ao garimpo de Serra Pelada (então em Marabá), em 1982 – há 40 anos, portanto.

Não é nenhuma obra prima. Foi valorizada pelo esmero, cuidado e competência do Paulo na revelação dos originais. Dá para provocar o espanto, a incredulidade e a exibição de um fenômeno que só quem viu com os próprios olhos pode bem dimensionar. Nunca saí indiferente ao espetáculo bizarro, chocante e surpreendente que aqueles milhares de personagens exibiam, cavando a terra num buraco dantesco, enlameado e incompatível com o tempo histórico da sua ocorrência. Impacto que renovo ao ser surpreendido pela iniciativa do Paulo.

Muito obrigado, amigo.

Discussão

6 comentários sobre “Um inferno sem Dante

  1. Seria ótimo que pudesse publicá-las no Blog.Quanto ao Paulo,foi bem criado. Conheci seus pais, quando ainda estudante, quando ajudei a concluir a residencia dêles,na Pe. Eutíquio

    Curtir

    Publicado por José Otávio Figueiredo | 18 de agosto de 2022, 10:48
  2. Lindíssimas , eu quero !!!

    Curtir

    Publicado por Marly Silva | 18 de agosto de 2022, 22:55
  3. Lúcio, que privilégio testemunhar esse momento da história paraense. Parabéns pelo registro!

    Curtir

    Publicado por Marilene Pantoja | 19 de agosto de 2022, 08:44

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: