//
você está lendo...
Sem categoria

A estrela Zélia

Há momentos em que realmente ficamos sem palavras para expressar o que sentimos. A frase é repetida tanto que virou um clichê. Seu uso, ou abuso, entretanto, não impedem que algumas vezes a gente tenha que dizer: não tenho palavras. Não as tenho para expressar minha tristeza e pesar pela morte de Zélia Porpino Meschede, que morreu ontem à noite, em Ribeirão Preto, São Paulo.

A dificuldade para descrever essa pessoa resulta do fato de que ela era um ser coletivo, quase uma instituição. Alegre, confiante, cheia de energia, alegre, resolvida, determinada, sempre à disposição dos amigos ou aberta aos desconhecidos que dela precisassem, fiel aos amigos, companheira de todas as horas do marido, Helmut Meschede, e das três lindas filhas (Adriana, Renata e Ingrid),

Zélia foi uma estrela. De um filme paraense, criado por Líbero Luxardo nos anos 1960. Mas, sobretudo, do universo de centenas de pessoas que gravitavam em torno da sua luz. Foi uma estrela humana. Do tipo de estrela que não morre. Lança seu calor afetivo a partir do lugar para onde foi até os corações e as mentes dos que jamais deixarão de carregá-la nas suas memórias e no seu querer-bem, ainda que não tenham palavras para traduzir esses sentimentos aos demais.

Discussão

4 comentários sobre “A estrela Zélia

  1. Lúcio, o mesmo pesar sinto pela morte da Zélia.
    Já a definiste com precisão.
    Paz à sua alma.

    Curtir

    Publicado por Ronaldo Passarinho | 23 de setembro de 2022, 13:40
  2. Lúcio, lamentável a morte da amiga, símbolo da alegria, Zélia Meschede.
    Já a definiste magnificamente no teu registro.
    Paz à sua alma.

    Curtir

    Publicado por Ronaldo Passarinho | 23 de setembro de 2022, 13:44

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: