//
você está lendo...
Economia

Até quando?

O Brasil não pode mais se permitir a insânia de desperdiçar o seu dinheiro financiando projetos sem rendimento demonstrado (social, ecológico e econômico), capaz de melhorar as condições de vida do seu povo e virar o país do medíocre ciclo de atraso em que ele tem vivido na relação com as nações de ponta do planeta. Não pode mais se atrasar. Tem que crescer mais aceleradamente – e com segurança.

Na década de 2011 a 2020 (Lula, Dilma, Temer e o ano 2 de Bolsonaro), o crescimento foi de 2,98% do PIB, ou 0,30% ao ano. Nesse mesmo período, o mundo cresceu 10 vezes mais, 30% do PIB, ou 3% ao ano.

Nessa mesma década o Brasil teve um crescimento per capita médio negativo de -5,32% do PIB; negativo de -0,53% do PIB ao ano.

Mais gente demandando bens e recebendo menos. Um país potencialmente (e concretamente) rico, mas incapaz de usar essa riqueza na melhoria dos seus cidadãos. Por incompetência, corrupção, má-fé, falta de identidade nacional, insensibilidade e uma série de vícios.

Mais uma década perdida?

Discussão

5 comentários sobre “Até quando?

  1. Nenhuma surpresa, tudo como dantes.Ainda falta os médicos cubanos, a moeda única e por aí vai. Como alguém pode ter imaginado que poderia ser diferente?

    Curtir

    Publicado por ADEMAR A DO AMARAL | 24 de janeiro de 2023, 18:47
  2. EVOLUÇÃO DO PIB BRASILEIRO
    Fonte: IBGE
    1 – GOVERNO FHC
    Primeiro mandato (1995 a 1998): 4,22%; 2,21%; 3,39%, 0,34%. TOTAL DO PERÍODO: 10,5%
    Segundo mandato (1999 a 2002): 0,47%; 4,39%; 1,39%; 3,05%. TOTAL DO PERÍODO: 9,6%

    2 – GOVERNO LULA
    Primeiro mandato (2003 a 2006): 11,14%; 5,76%; 3,20%; 3,96%. TOTAL DO PERÍODO: 14,8%
    Segundo mandato (2007 a 2010): 6,07%; 5,09%; – 0,13%; ,533%. TOTAL DO PERÍODO: 19,7%

    3 – GOVERNO DILMA/TEMER
    Primeiro mandato (2011 a 2014): 3,97%; 1,92%; 3,00%; 0,50%. TOTAL DO PERÍODO: 9,7%
    Segundo mandato (2015 a 2018): – 3,55%; – 3,31%; 1,06%; 1,12%. TOTAL DO PERÍODO: – 4,7%

    4 – GOVERNO BOLSONARO
    Mandato único (2019 a 2022): 1,20%; 3,90%; 4,60%; 2,80%(*). TOTAL DO PERÍODO: 4,6%
    (*) Taxa de crescimento projetada pelo FMI.

    “Na década de 2011 a 2020 (Lula, Dilma, Temer e o ano 2 de Bolsonaro)…”

    Salvo engano, o segundo mandato do Lula terminou em 2010. A partir de 2011 o país passou a ser presidido pela Dilma, em cujo primeiro mandato o PIB cresceu 9,7% (acima, portanto, dos 9,6% do segundo mandato do FHC, e acima da média anual do PIB mundial).

    Nos dois mandatos do Lula, o PIB brasileiro cresceu 14,8% e 19,7%. Mais do que nos dois mandatos do FHC; mais do que nos mandatos de Collor/Itamar, Sarney, Figueiredo, Geisel, Dilma, Dilma/Temer e Bolsonaro.

    Antes que alguém diga que Lula se beneficiou da “conjuntura internacional favorável”, antecipadamente lembro ao desmemoriado que foi no meio do segundo mandato dele que estourou a crise econômica mundial (que, segundo as aulas de economia da Miriam Leitão, acabou no segundo mandato de Dilma, para retornar tão logo Henrique Meirelles assumiu o comando da economia). Mesmo com a crise econômica mundial, o PIB ainda cresceu 19,7% no segundo mandato do Lula.

    Durante os dois mandatos do Lula, o PIB brasileiro cresceu a taxas SUPERIORES às taxas de crescimento do PIB mundial, o que é uma clara indicação de que o crescimento do PIB no Brasil não estava, assim, tão a reboque da tal “conjuntura internacional favorável” (que, como se sabe, logo entraria em parafuso).

    Se é pra debater evolução do PIB, vamos debater evolução do PIB. Mas, para isso, é bom ter em mente que bicicleta e pato no tucupi são coisas diferentes…

    Curtir

    Publicado por Elias Granhen | 24 de janeiro de 2023, 21:20
  3. Não vejo chegar tão cedo a maioridade dos nossos eleitores e de nossos políticos, porém tenhamos esperança em um sucesso de grandeza de nossa pátria!

    Curtir

    Publicado por Marcelo Cabral | 24 de janeiro de 2023, 22:26
  4. RETIFICANDO.
    Crescimento do PIB no primeiro mandato do Lula (2003 a 2006): 1,14% (e não 11,14%); 5,76%; 3,20%; 3,96%. TOTAL DO PERÍODO: 14,8%

    Curtir

    Publicado por Elias Granhen | 25 de janeiro de 2023, 11:18

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: