//
Arquivos

Borracha

Esta categoria contém 14 posts

A história interrompida

Prossigo a série de artigos, iniciada na semana passada (A paixão amazônica), com os quais espero fazer uma reflexão crítica de um passado ainda recente, mas já considerado irremediável pelos que se apossaram da Amazônia, nacionais ou estrangeiros. ________________________ Em 1956, o Brasil sediou o 18º Congresso Internacional de Geografia. Uma das excursões de campo … Continuar lendo

Borracha no Marajó

A Secretaria de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca vai investir 3,6 milhões de reais para reativar a exploração de borracha extrativa em diversas colocações em seis cidades do arquipélago do Marajó. Pretende atingir 10 mil famílias de seringueiros e ribeirinhos, “a partir da qualificação e aparelhamento” de um grupo inicial de mil “seringueiros multiplicadores”. Cada … Continuar lendo

O renascimento da borracha

Goianésia está se tornando um novo polo de produção de borracha natural no país. Não a Goianésia do Pará, mas a Goianésia do planalto goiano, que já possui 20 mil hectares de seringueiras plantadas. Até algum tempo atrás, essa façanha parecia impossível. A região de cerrado, com um período seco de cinco meses, era um … Continuar lendo

Arquivo – Seringueira resistente à praga

Depois de 20 anos de pesquisa, a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária criou uma seringueira resistente ao mal-das-folhas, doença provocada pelo fungo Microcyclus ulei, responsável pela inviabilização da produção de látex em escala comercial na Amazônia. Os estudos chegaram a uma planta tricomposta, que garantia alta produtividade, precocidade e resistência ao fungo. Os experimentos, … Continuar lendo

Memória – A Ford em dificuldades no Pará

A Ford Company, dos Estados Unidos, justificava, no seu balanço do exercício, não ter realizado “uma expansão maior” na plantação de seringueira, em suas duas concessões de um milhão de hectares no vale do Tapajós. Foi devido “à falta de braços” para o trabalho na região, problema crônico. Justificou ter sido necessário “usar toda a … Continuar lendo

O fim de Fordlândia

Henry Ford II nunca foi ao vale do rio Tapajós, no oeste do Pará, ver com seus próprios olhos o plantio de seringueiras formado por seu pai, o fundador da indústria automobilística que virou símbolo do capitalismo no mundo. Mas em 1944 o neto do magnata americano foi reconduzido à presidência da Companhia Ford Industrial … Continuar lendo

Memória – Borracha: lá e cá

No início dos anos 1940 a produção de borracha do Brasil integrava os 13% da oferta mundial, resíduo partilhado com alguns países da Ásia e da África. Os 87% provinham da Malaia britânica quando os japoneses invadiram a região, durante a Segunda Guerra Mundial. Até esse momento, havia prosperidade em toda a região produtora, graças … Continuar lendo

Amazônia é sertão

Minha família é um universo microscópico da história da Amazônia, integrada por migrantes e nativos. Meu avô materno era um português que foi ser guarda-livro (o atual contador) num seringal em Boca do Acre, onde o rio Acre se encontra com o Purus. Apesar do nome, o município fica no Estado do Amazonas, embora Manaus … Continuar lendo

Arquivo – Perfis (4)

Carreira Atanagildo de Deus Matos chegou agora, aos 51 anos, à chefia do Centro Nacional de Desenvolvimento Sustentado das Populações Tradicionais, integrado à estrutura do Ibama (Instituto Nacional do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), em Brasília. Em 30 anos de vida pública, “Gatão”, como é mais conhecido, tornou-se um fenômeno. Deu grandeza nacional … Continuar lendo

Memória – De soldados a arigós

Poucos anos antes eles haviam passado em glória por Belém. Eram os “soldados da borracha”, trabalhadores atraídos do Nordeste para voltar a produzir borracha nos abandonados seringais dos altos rios da Amazônia, como se estivessem no próprio “front”. Eram indispensáveis para o fornecimento dessa matéria prima estratégica ao esforço de guerra dos países aliados, que … Continuar lendo