//
Arquivos

Cidades

Esta categoria contém 629 posts

Top-Set

Uma lembrança de início de noite de domingo. Quase seis décadas atrás, a esta hora, adolescentes em geral e pessoas da idade madura começavam a se preparar para o Top Set. A festa dançante começava às oito horas da noite de domingo e ia até a meia-noite, no último andar do edifício Palácio do Rádio, … Continuar lendo

Memória – A carne dos paraenses

Em 1968, o matadouro do Maguari abateu quase 500 mil reses, resultando em 150 mil toneladas de carne, para o abastecimento de Belém. Como a população da capital paraense estava chegando a 600 mil habitantes, dava praticamente um boi por ano per capita ou 250 quilos anuais para cada papa-chibé (tão papa carne quanto), um … Continuar lendo

Memória – A sedução da moda

A Modas Sedução era a “esquina da elegância”, na avenida Presidente Vargas 116. Em 1956. ela anunciava ternos, paletós, calças, camisas, blusões e silaques das marcas famosas de então (antes da era das griffes): Saragossy, Epson, Ban-Tan, Fischer, Confex, Prist, Tecsport e Pirâmides. Quantas sobreviveram? A Sedução, não.

Memória – A pinacoteca do Estado

Em outubro de 1953, o governador Alexandre Zacharias de Assumpção sancionou a lei que criava a Pinacoteca do Estado, “com a finalidade de reunir, conservar e expor as obras de artes plásticas do Estado”. A pinacoteca ficaria subordinada à Secretaria de Educação e Cultura e seria dirigida “por um técnico em pintura de comprovado merecimento, … Continuar lendo

Memória – O café mais “chic”

O Café Carioca, “o café mais chic de Belém”, na avenida 15 de Agosto (hoje, Presidente Vargas), anunciava ao público que, no Círio de 1953, estava “preparado para receber qualquer pessoa que admire o asseio e a ordem”, motivos de sua fama na cidade. Mas também se destacava “pela prontidão com que atende àqueles que … Continuar lendo

Guamá autuada

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade autuou três vezes a Guamá – Tratamento de Resíduos, em 2017, por infrações legais, aplicando-lhe a penalidade de multa simples no valor de 13.000 UPF’s, ou 482 mil reais, em dois casos, e de 10 mil unidades em um caso. Como foram três autuações, o valor … Continuar lendo

Memória – Mudança no varejo

A história dos supermercados no Pará começou em 8 de dezembro de 1957, quando foi inaugurado o Supermercado Azebar, de propriedade de Armênio Barbosa e José Maria Azevedo. Os primeiros clientes foram atraídos pelo novo visual e pela variedade de artigos. Começava então a substituição das antigas mercearias, das quais poucas ainda resistem.

Memória – O fim do Grande Hotel

Cardápio do último jantar servido no Grande Hotel, em 30 de junho de 1966: melão com presunto, filé de pescada à provençal, pernil de leitão assado à carioca, peru à brasileira e torta de maçã. O sofisticado hotel funcionou durante 53 anos, na avenida Presidente Vargas. Foi construído em 1913 por Ricardo Salvador Fernandes de … Continuar lendo

Memória – Novo bairro

Em 1966, a Cohab (a companhia estadual de habitação) contratou, com a Construtora Gualo, o seu maior empreendimento habitacional até então, para a construção, em 150 dias, de 210 casas na Nova Marambaia, bairro que estava sendo aberto em Belém.

Memória – Grã-Finos em revista

Uma seleção de notas da coluna “Sociedade”, que Regina Pesce escrevia na Folha do Norte, em 1963: *O restaurante do Aeroporto de Val-de-Cães, funcionando atualmente muito bem, tem sido agora o ponto preferido de figuras “top” da nossa sociedade, que para ali se deslocam, onde passam momentos realmente agradáveis. *A senhorinha Ana Maria Anaissi, que … Continuar lendo