//
Arquivos

Ecologia

Esta categoria contém 218 posts

Uma usina de dólares

Num único dia de outubro de 1973, os países árabes produtores de petróleo, envolvidos em mais uma guerra com Israel, elevaram o preço do barril de petróleo de três dólares para US$ 5,12. O reajuste, de 70%, provocou o primeiro choque do petróleo. Em março do ano seguinte, o barril já estava em US$ 12 … Continuar lendo

Alunorte: o vácuo

Trago para a capa do blog o comentário, reproduzido a seguir, feito pelo leitor José Miranda, sobre a crise da Alunorte, que suspendeu sem funcionamento alegando que não pode continuar sob o embargo às suas atividades determinada pela justiça, a partir de pedido dos ministérios públicos estadual e federal. As informações fornecidas ajudam a contextualizar … Continuar lendo

Alunorte: o impasse

O Ministério Público Federal e o Ministério Público do Pará divulgaram, hoje, uma nota (reproduzida na íntegra a seguir), a propósito da suspensão do funcionamento da Alunorte e da mina de bauxita de Paragominas. Defendem a justeza da punição da Hydro pela poluição causada em fevereiro, sustentando que ela resultou do despejo clandestino de efluentes … Continuar lendo

O que fazer?

O projeto original da Alunorte (de alumina) foi concebido originalmente em 1976, casado com o da Albrás (de alumínio), ambos a serem conduzidos por um consórcio empresarial nipo-brasileiro, com endosso dos governos dos dois países, através de acordo assinado em Tóquio pelo general-presidente Ernesto Geisel, com toda pompa e circunstância. A iniciativa binacional foi adotada … Continuar lendo

Quem blefa?

O acidente de fevereiro em Barcarena aconteceu de fato. Cursos d’água em torno da fábrica de alumina (e de alumínio também) foram contaminados por alguns produtos químicos. A Hydro Alunorte teve que recorrer a uma drenagem abandonada – e que não era monitorada – para escoar água excessiva da chuva que caiu no dia 17. … Continuar lendo

Alunorte parou hoje

A Hydro Alunorte paralisou completamente a sua fábrica de alumina em Barcarena, a maior do mundo. Em consequência, a mina de bauxita de Paragominas, que lhe fornece o minério para a transformação em alumina, também parou. A empresa alega que foi obrigada a adotar essa atitude porque as autoridades públicas não lhe permitiram utilizar o … Continuar lendo

Vilão ou inocente?

O Liberal republicou, hoje, o anúncio que saiu na edição de dois dias atrás do jornal. Agora, dá para ler o texto da peça, criada pelo Ministério Público Federal para tentar incrementar a prevenção e o combate ao desmatamento na Amazônia. A primeira publicação estava ilegível. Mesmo com a correção, talvez muitos dos leitores do … Continuar lendo

Anúncio ilegível

O Ministério Público Federal criou um anúncio para divulgar seu site de acompanhamento, através de satélite, do desmatamento na Amazônia. Garante: “Quem explora ilegalmente a Amazônia pode até tentar, mas não vai se esconder da gente”. A peça saiu hoje em O Liberal. Mas em tamanho tão reduzido que só pode ser lida com a … Continuar lendo

Arquivo JP (45)

Estar no mundo   (JP 243, setembro de 2000) Foi no Museu da Ciência de Barcelona, na Espanha, cinco anos atrás, que eu vi a melhor exposição sobre a Amazônia. Os pontos altos foram uma enorme árvore transplantada viva da região para ocupar o centro de exposições e uma maquete computadorizada simulando todo o ciclo … Continuar lendo

Quem manda na Amazônia?

Por que um Estado tão rico, como o Pará, é também tão pobre? Esta deveria ser a questão mais importante na agenda dos candidatos à eleição de outubro. O Pará abriga a maior frente econômica do país, que se expande pelo seu vasto interior (com 1,2 milhão de quilômetros quadrados) à cata de recursos naturais. O … Continuar lendo