//
Arquivos

Economia

Esta categoria contém 495 posts

O fim de Carajás: 2060

A jazida de minério de ferro de Serra Sul, em Carajás, no Pará, a mais rica do planeta, vai durar apenas 30 anos. Sua exploração, iniciada em 2016, deverá terminar em 2046, com a exaustão da mina, que abriga o minério com mais alto teor de hematita pura que existe. Serra Norte, a primeira a … Continuar lendo

Itabira: Carajás amanhã

Itabira, em Minas Gerais, hoje, é Carajás, no Pará, amanhã. As famosas jazidas de minério de ferro de Itabira só irão durar mais 10 anos. Em 2028, depois de 80 anos de exploração, elas estarão exauridas, sem interesse comercial. Os buracos abertos pela extração do minério, que revoltaram o mais famoso itabirano, o poeta Carlos … Continuar lendo

Arquivo JP (34)

SUDAM Esqueleto fora do armário   (Jornal Pessoal 241, agosto de 2000) Em 1964, Henry Checralla Kayath foi afastado pela primeira vez do serviço público, quando era secretário da fazenda estadual, no governo Aurélio do Carmo. Acusado de corrupção, foi cassado e seus direitos políticos foram suspensos por 10 anos pelo regime militar que se … Continuar lendo

Banco é quem ganha

O Brasil está indo para o fundo do poço, enquanto as vacas caminham para o brejo. Mas o Itaú, a terceira maior empresa do país (depois da Petrobrás e da mineradora Vale) tem mais lucro, conforme o seu balanço, que o portal da revista Exame noticiou hoje.. Foi ligeiramente inferior ao resultado do primeiro trimestre, … Continuar lendo

BNDES e Amazônia

No primeiro semestre deste ano, o BNDES investiu 27,8 bilhões de reais. Para o Sudeste foram R$ 11,1 bilhões; o Sul, R$ 6,4 bilhões; Nordeste, R$ 5,7 bilhões; Centro-Oeste, R$ 3,8 bilhões; e Norte, R$ 790 milhões. É uma proporção inferior à própria grandeza demográfica da região. Ou a Amazônia não existe para o BNDES … Continuar lendo

Custo de Carajás

Os municípios de Canaã dos Carajás e Parauapebas, que são os mais influenciados pela extração de minérios que a Vale executa em Carajás, impugnaram os índices provisórios de distribuição do ICMS definidos pela Secretaria da Fazenda do Estado para o próximo ano. Os dois municípios  alegam que o valor está subestimado porque a mineradora exclui … Continuar lendo

Arquivo JP (28)

(Jornal Pessoal 240, agosto de 2000) CVRD Venda será desfeita? Três anos depois da privatização da Companhia Vale do Rio Doce, a justiça federal do Pará, acionada pelo Ministério Público e por dezenas de ações populares, está revendo a operação. Se comprovar a prática de fraudes, poderá cancelá-la. E evitar o país de sofrer um … Continuar lendo

Carajás em debate

O presidente Michel Temer cedeu às pressões dos empresários e anunciou, ontem, em Brasília, que até o dia 1º o governo federal deverá definir as datas das primeiras audiências públicas para discutir os critérios usados para antecipar a renovação dos contratos de concessão da Estrada de Ferro Carajás e da Estrada de Ferro Vitória a … Continuar lendo

Arquivo JP (27)

Vale e governo: contencioso aberto (Jornal Pessoal 239, julho de 2000)   O Pará é o sétimo maior exportador brasileiro e o segundo pelo critério do saldo de divisas (a diferença entre o que exporta e o que importa). A exportação é a melhor opção à disposição do Estado, ou a que lhe foi imposta … Continuar lendo

Arquivo JP (7)

O humor do governador (Jornal Pessoal 235, da 2ª quinzena de maio de 2000) É extremamente instável o humor do governador Almir Gabriel em relação à Companhia Vale do Rio Doce. No início de abril, só faltou convidar os representantes da empresa para em coro uníssono entoarem o Tamba-tajá, de Waldemar Henrique, tão coincidentes considerou os … Continuar lendo