//
Arquivos

Energia

Esta categoria contém 198 posts

Os cidadãos sem-rio

Em 2014 o nível do Madeira chegou aos 19,69 metros. Foi a maior cheia já registrada no rio desde que a sua medição começou a ser feita. Com a grandeza que ele tem, de ser o afluente que mais contribui em vazão líquida e em sedimentos para o Amazonas. A enchente superou em mais de … Continuar lendo

A história na chapa quente (428)

Albrás e Eletronorte assinaram maior contrato de energia do país (Publicado no Jornal Pessoal 323, de maio de 2004) O maior contrato individual de energia do país, no valor global de 3,4 bilhões de dólares (ou 7,5 bilhões de reais), foi renovado neste mês e entrará em vigor no próximo, estendendo-se por 20 anos (US$ … Continuar lendo

Agenda Amazônica (8)

Um diário de província e os anais da história (Publicado na Agenda Amazônica nº 15, de novembro de 2000) Diário de um convertido, de Emir Bemerguy, vale sobretudo como uma contribuição à cronologia de Santarém entre 1968 e 1992. Apesar de ser a segunda maior cidade do Pará, a capital do Baixo Amazonas dispõe de … Continuar lendo

O paquiderme

Em fevereiro do próximo ano a hidrelétrica e Belo Monte, no rio Xingu, estará em condições de gerar 5,5 mil megawatts através de 9 maquinas. Será metade da sua potência total, que, quando alcançada, a tornará a quarta maior hidrelétrica do mundo. Nesse mês a usina deveria ser conectada a uma linha de transmissão de … Continuar lendo

A história na chapa quente (229)

Transamazônica custou 12 bilhões de dólares!!! (Artigo publicado no Jornal Pessoal 312, de novembro de 2003) A maior obra pública da história da Amazônia não é a hidrelétrica de Tucuruí, mas a Transamazônica. Ao menos na contabilidade do deputado federal Delfim Netto. Em entrevista à revista Istoé Dinheiro, ele afirma que a estrada custou nada … Continuar lendo

A história na chapa quente (228)

Corrigida, começa a terceira versão da usina de Belo Monte (Artigo publicado no Jornal Pessoal 312, de novembro de 2003) Em projeto, a hidrelétrica de Belo Monte, que o governo espera ver construída no rio Xingu, no Pará, ficou menor. Dos 11,5 mil megawatts que devia ter, poderá ficar com potência nominal entre 7,5 mil … Continuar lendo

A história na chapa quente (115)

Padim Sarney, outra vez (Artigo publicado no Jornal Pessoal 297, de fevereiro de 2003) Ao deixar a presidência da República, em 1990, depois de cinco anos no cargo, José de Ribamar de Araújo Costa, que atende pelo nome político de José Sarney, manteve como reserva de mercado para si uma fatia do bolo de poder … Continuar lendo

Mais linhas de energia

Dos 31 lotes leiloados hoje pela Aneel para linhas de transmissão de energia que foram arrematados, cinco se localizam no Pará. Por eles foram ofertados quase 220 milhões de reais, com quase 900 quilômetros de extensão. Quatro dos lotes preparados pela Agência Nacional de Energia Elétrica não tiveram interessados e encalharam.  O deságio médio do … Continuar lendo

Belo Monte vai parar de novo?

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região determinou, hoje, a suspensão da licença de operação da usina hidrelétrica de Belo Monte. A Corte Especial acatou recurso do Ministério Público Federal por nove votos a cinco, seguindo o relator.   A justiça federal do Pará já determinou a suspensão da licença de operação da usina, emitida … Continuar lendo

A China chegou

Se os negócios continuarem a evoluir como estão evoluindo, os chineses serão os donos da infraestrutura da Amazônia na passagem para a próxima década. Eles já controlam as linhas de transmissão de energia que saem da maior hidrelétrica inteiramente nacional (e a terceira do mundo), Belo Monte, tanto para o sul quanto para o norte … Continuar lendo