//
Arquivos

Floresta

Esta categoria contém 100 posts

Amazônia, um mundo esquecido

Peço passagem ao distinto leitor neste período carnavalesco para transcrever artigo que escrevi em dezembro de 2013. Ele ma parece plenamente atual para o momento que estamos vivendo, sete anos depois, quando há um jogo de poder para assumir a liderança da Amazônia entre instituições internacionais, a Igreja e o governo. Todos querem valorizar o … Continuar lendo

Brasília locuta

O presidente Jair Bolsonaro reinstalou, ontem, o Conselho da Amazônia. Criado em 1995 por Fernando Henrique Cardoso como órgão auxiliar do presidente da república, o conselho foi mera peça decorativa. Desapareceu por inanição. Retorna ao cenário sob a suspeita de que não terá destino melhor. Poderá até ser pior. Alguns o interpretaram como uma armação … Continuar lendo

Prêmio à grilagem

Como quase não houve repercussão sobre a mais recente iniciativa do governo no setor fundiário, reproduzo nota que o Imazon divulgou hoje sobre uma grave questão, já abordada pelo blog nesta semana. Ainda no começo deste ano, o Congresso Nacional tem a tarefa de decidir sobre a Medida Provisória 910/2019, que visa mudar, novamente, a … Continuar lendo

Alemãs contra desmatamento

Três empresas binacionais, da Alemanha e do Brasil, e duas exclusivamente alemãs foram pré-qualificadas pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado para contratação de consultoria internacional permanente para apoio ao projeto “Combate ao Desmatamento no Estado do Pará”. O empreendimento resultou de cooperação do governo estadual com o banco alemão KfW. O anúncio … Continuar lendo

Grilagem é incrementada

Ao conceder benefícios e vantagens aos detentores de imóveis rurais no Brasil, sobretudo na Amazônia, o governo federal está descumprindo as exigências constitucionais, favorecendo a apropriação ilícita não só de terras públicas ou devolutas, mas também das ocupadas por posseiros, colonos, índios e negros, a eterna minoria, excluída dos programas e projetos oficiais. Além de … Continuar lendo

Madeireiras em débito

Duas madeireiras, detentoras de concessão florestal do governo do Estado, confessaram dívida de 2 milhões de reais para obter o parcelamento da dívida. Esta situação deveria merecer uma avaliação externa da experiência da introdução de atividade produtiva em reservas estaduais, que a opinião pública não tem acompanhado. A dívida da Madeireira Segredo se deve à … Continuar lendo

Para Davos ver

O presidente Jair Bolsonaro tirou, hoje, da cartola de mágico da internet dois coelhos: o Conselho da Amazônia e a Força Nacional Ambiental. Criaturas que demandariam tempo, reflexão e debates para poderem existir legitimamente, surgiram um dia depois que o Brasil foi criticado pelos países mais ricos do mundo. Reunidos na suíça Davos Platz, sob … Continuar lendo

A natureza reage

Merece leitura e consideração o artigo de Reinaldo José Lopes, jornalista especializado em biologia e arqueologia, autor de “1499: O Brasil Antes de Cabral”, publicado na Folha de S. Paulo de hoje. Principalmente pelos piromaníacos à Bolsonaro das frentes pioneiras da Amazônia, arautos das mais irracionais posturas humanas diante da natureza – em particular, a … Continuar lendo

A ciência pode salvar a Amazônia?

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Marcos Pontes, anunciou como iniciativa inovadora e mais avançada a criação de laboratórios no interior da Amazônia para estudar a floresta em contato direto com o ambiente e os seus moradores, buscando extrair conhecimentos para a promoção de desenvolvimento sustentável. O programa começaria com a instalação de … Continuar lendo

Pará: o mais violento

Entre 2012 e 2018, o Instituto Igarapé documentou 2.540 atos violentos na Amazônia Legal. Foram 406 assassinatos, 378 tentativas de assassinatos, 33 agressões físicas, 339 suicídios, 1.303 ameaças de morte, e 81 casos de violência sexual, segundo artigo de Robert Muggah é cofundador e diretor do instituto, e Júlia Lins Franciotti, pesquisadora voluntária, publicado na … Continuar lendo