//
Arquivos

Grandes Projetos

Esta categoria contém 398 posts

O trem passa. Como a boiada

É frustrante para um jornalista fornecer informações de importância sobre os fatos cotidianos e não receber ao menos um retorno. Não está em causa a qualidade do texto publicado. É a relevância da questão que importa. A opinião pública recebe a motivação ou a provocação e não reage. Perde assim mais uma oportunidade de transformar … Continuar lendo

O trem de Carajás será ainda maior

Por qualquer critério adotado, está entre os maiores do mundo o trem de propriedade da mineradora Vale, que transporta minério de ferro, outras cargas (principalmente soja) e passageiros entre a mina de Carajás, na região centro-sul do Pará, e o porto da Ponta da Madeira, em São Luís do Maranhão, num percurso de 892 quilômetros. … Continuar lendo

A Amazônia virou sertão

A Amazônia virou sertão Há mais de meio século, a expansão da fronteira econômica na Amazônia é feita com base na doutrina de segurança nacional. As mudanças de governos durante esse período não modificaram essa diretriz. Ela prevaleceu tanto durante a ditadura militar, entre 1964 e 1985, quanto, a partir desta data, na atual democracia. … Continuar lendo

O que fazer com o minério?

Nos últimos 20 anos (entre 2000 e 2020), o valor da produção mineral do Pará cresceu 40 vezes. O valor das exportações minerais do Estado cresceu 16 vezes. A participação paraense nas exportações nacionais passou de 4% para 10%, Já a participação nas exportações minerais dobrou, de 23% para 47%. No entanto, a participação do … Continuar lendo

Dilúvio energético

(Este artigo é de 2001. Grifei trechos com informações relevantes.) A maior resposta de médio prazo à crise brasileira de energia está em Tucuruí, repete a tecnocracia do setor. Com tal ênfase que as obras de duplicação da capacidade da hidrelétrica foram aceleradas ao máximo. No final do próximo ano. a primeira das 11 novas … Continuar lendo

Verão: uma sessão no inferno tropical

(Artigo publicado 20 anos atrás, em agosto de 2001) Há pelo menos quatro décadas o verão é marcado, na Amazônia, por uma safra de fogo e de sangue. A estiagem serve de código para o pioneiro avançar sobre a mata, abrindo novas clareiras, penetrando sobre territórios até então dominados pela floresta. Mas a constituição de … Continuar lendo

Ameaça ao Baixo-Amazonas

O professor e geógrafo Rogério Almeida denunciou, em seu blog, a invasão do sindicato dos trabalhadores rurais de Santarém. Mas alerta: não se trata de um fato isolado no avanço da fronteira do grande capital sobre o Baixo Amazonas. Seu alerta merece ser reproduzido, lido, considerado e servir de motivação para algum tipo de reação; _____________________ … Continuar lendo

A fantasia do Pará industrial

“O setor que responde pelo aumento constante do PIB é a indústria”. É ela também “que faz a arrecadação de impostos, taxas e royalties subir cada vez mais”. Dessa forma, “contribui para que haja mais investimentos públicos e privados”. É por isso que o Estado “é mais com a indústria. Cada vez mais”. Com essa … Continuar lendo

Destruição sempre

O Brasil foi um dos 113 países presentes ao primeiro encontro promovido pela ONU, em 1972, na Suécia, para discutir globalmente as relações entre o desenvolvimento humano e o meio ambiente. A ecologia era uma ciência nova, ainda em formação, mas já mostrara a destruição crescente da natureza pelo avanço transformador do seu mais agressivo … Continuar lendo

Por trás das palavras

A manchete da edição de hoje de O Liberal deve ter causado grande impacto nos seus leitores. Diz: “Paradoxo Amazônico” – Mineradoras repassam só 3% do faturamento ao Pará. O texto abaixo complementa: “Somente no 1º trimestre de 2021, empresas faturaram mais de R$ 31 bi, mas compensação ao Estado foi de R$ 1 bi. … Continuar lendo