//
Arquivos

Grandes Projetos

Esta categoria contém 224 posts

O paquiderme

Em fevereiro do próximo ano a hidrelétrica e Belo Monte, no rio Xingu, estará em condições de gerar 5,5 mil megawatts através de 9 maquinas. Será metade da sua potência total, que, quando alcançada, a tornará a quarta maior hidrelétrica do mundo. Nesse mês a usina deveria ser conectada a uma linha de transmissão de … Continuar lendo

A história na chapa quente (231)

A polêmica do porto e suas circunstâncias (Artigo publicado no Jornal Pessoal 313, de dezembro de 2003) A ideia de um superporto no local mais avançado do litoral paraense, na ponta da Romana (e não mais, conforme a última versão, na ponta da Tijoca) deixou de ser uma ideia para se transformar num projeto. Já … Continuar lendo

Altamira: campeã da violência

Em 2015, Altamira era o município mais violento do Brasil, com uma taxa de homicídio calculada em 107 pontos, quase 10 a mais do que Lauro de Freitas, na Bahia, que ficou em segundo lugar, segundo o Atlas da Violência de 2017, divulgado hoje. Altamira era o município com a menor população (105 mil habitantes) … Continuar lendo

A história na chapa quente (229)

Transamazônica custou 12 bilhões de dólares!!! (Artigo publicado no Jornal Pessoal 312, de novembro de 2003) A maior obra pública da história da Amazônia não é a hidrelétrica de Tucuruí, mas a Transamazônica. Ao menos na contabilidade do deputado federal Delfim Netto. Em entrevista à revista Istoé Dinheiro, ele afirma que a estrada custou nada … Continuar lendo

A história na chapa quente (228)

Corrigida, começa a terceira versão da usina de Belo Monte (Artigo publicado no Jornal Pessoal 312, de novembro de 2003) Em projeto, a hidrelétrica de Belo Monte, que o governo espera ver construída no rio Xingu, no Pará, ficou menor. Dos 11,5 mil megawatts que devia ter, poderá ficar com potência nominal entre 7,5 mil … Continuar lendo

A história na chapa quente (227)

A polêmica do porto no jornalismo comercial (Artigo publicado no Jornal Pessoal 311, de novembro de 2003) Para atacar a Companhia Vale do Rio Doce e, dessa maneira, tentar influir sobre o contencioso judicial que trava com a empresa na comarca de Belém (ver edições anteriores do Jornal Pessoal), O Liberal ressuscitou uma questão que … Continuar lendo

China: mais perto

A Ferrogrão, ferrovia ligando Sinop, um centro produtor de grãos no norte de Mato Grosso, até o porto de Miritituba, em Itaituba, no Pará, será um dos 30 projetos prioritários do fundo binacional China-Brasil. O fundo será lançado no dia 30 e começará a funcionar no dia seguinte. Financiará empreendimentos no Brasil, principalmente de infraestrutura, … Continuar lendo

A história na chapa quente (118)

A surpresa de Furnas: hidrelétricas no Madeira (Textos publicados no Jornal Pessoal 300, de abril de 2003. Assinalam os primeiros efeitos da ocupação do setor elétrico pelo PT, que devem ser relidos sob as luzes da Operação Lava-Jato) O rio prioritário para abrigar novas grandes hidrelétricas no governo Lula não é mais o Xingu, no … Continuar lendo

A história na chapa quente (115)

Padim Sarney, outra vez (Artigo publicado no Jornal Pessoal 297, de fevereiro de 2003) Ao deixar a presidência da República, em 1990, depois de cinco anos no cargo, José de Ribamar de Araújo Costa, que atende pelo nome político de José Sarney, manteve como reserva de mercado para si uma fatia do bolo de poder … Continuar lendo

Carajás: recorde

Carajás bateu o recorde de produção em um trimestre: produziu 36 milhões de toneladas de minério de ferro nos três primeiros meses deste ano, graças à entrada em operação da jazida de Serra Sul. Contribuiu assim para que a Vale, dona da província mineral, também batesse seu recorde de produção geral, com 86,2 milhões de … Continuar lendo