//
Arquivos

Grandes Projetos

Esta categoria contém 434 posts

A China e – no – Pará

Não preciso ressaltar a importância deste texto do advogado paraense (nascido amapaense) Francisco Rohan de Lima, prelúdio de um livro cuja edição está concluindo. É longo, necessariamente longo, sobretudo para o padrão internet. Mas o leitor terminará a leitura sabendo em qual território firma os seus pés e em que mundo se situa o Pará … Continuar lendo

Memória – Da ditadura à democracia

A Norte Energia foi a segunda empresa a incluir a corrupção investigada pela Operação Lava-Jato. A inserção consta do balanço anual de 2021, divulgado poucos dias atrás. A concessionária da hidrelétrica de Belo Monte fez a provisão de 183 mil reais, que diz cobrir as irregularidades na obra da usina. Para mostrar em qual contexto … Continuar lendo

Corrupção em Belo Monte: R$ 183 mil

No seu balanço de 2021, divulgado nesta semana, a Norte Energia admite que “certos contratos com alguns empreiteiros e fornecedores” do projeto da hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará, contêm “sobrepreço estimado em 1%, mais algumas outras estimativas de montantes fixos determinados, no contexto de eventuais subornos e atividades de manipulação de … Continuar lendo

Mais energia nos mamutes hidrelétricos

O Estado de S. Paulo anunciou no fim de semana que a Norte Energia, dona da hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, pretende construir um parque solar na área do reservatório da usina, com potência máxima de 137,48 megawatts. A Eletronorte quer fazer a mesma coisa na área da hidrelétrica de Tucuruí, no Tocantins. … Continuar lendo

BNDES subsidia desestatização

A notícia foi publicada uma única vez na semana passada. Não teve sequência nem foi explicada, como se fosse rotineira, sem importância. O BNDES anunciou a suspensão temporária do pagamento de um financiamento de 2,521 bilhões de reais concedido à Santo Antônio Energia, concessionária da hidrelétrica de Santo Antônio, em Rondônia, a quarta maior do … Continuar lendo

Albrás: entre Brasil e Japão

(Artigo publicado em 2010) A Albrás é a maior empresa com sede no Pará e na Amazônia. Em 24 anos de funcionamento, sua produção acumulada já alcança 9 milhões de toneladas de alumínio, destinado principalmente ao exterior e, em particular, ao Japão, que ficou com quase metade desse total. A receita dessas exportações no período … Continuar lendo

Alumar volta a funcionar, 6 anos depois

Parada desde 2015, a fábrica de alumínio da Alumar, em São Luís do Maranhão, uma das maiores do Brasil e do mundo, poderá ser reativada, talvez já no segundo trimestre deste ano. Hoje, a australiana South32 confirmou a sua sociedade com a Alcoa para a reativação da refinaria, que pode produzir 447 mil toneladas anuais … Continuar lendo

O futuro do Amapá

O Amapá viveu quase meio século na esperança de que a exploração das jazidas de manganês da Serra do Navio fosse a via   de acesso ao progresso. O balanço da mineração em si deixou um saldo negativo. O encerramento da lavra foi ruinoso, sequer tendo tido o acompanhamento necessário pela sociedade local. As tentativas de … Continuar lendo

O Xingu em Belo Monte

No dia 2 deste mês, 5.634 metros cúbicos de água (ou quase 2,6 milhões de litros) estavam chegando, em média, à barragem Pimental, a primeira estrutura do complexo hidrelétrico de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará. Desse total, 3.423 metros cúbicos foram desviados pelo canal de derivação diretamente para movimentar as 18 imensas turbinas … Continuar lendo

Pendência em Belo Monte

A hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, a quarta maior do mundo e a maior do Brasil, já funciona comercialmente há cinco anos e meio, mas até agora não foram definidas as vazões seguras a serem praticadas na Volta Grande do Xingu, abaixo da barragem principal. O Ministério Público Federal, o Ibama e outras entidades … Continuar lendo