//
Arquivos

Índios

Esta categoria contém 34 posts

Belo Monte: drama e tragédia

A hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, é a quarta maior do mundo, a segunda maior do Brasil (é a primeira inteiramente nacional, já que metade de Itaipu, a segunda maior do planeta, é do Paraguai). A última das suas 18 gigantescas turbinas será instalada até o final do ano, completando a sua motorização. Cada … Continuar lendo

Um plano no papel

O governador Helder Barbalho instituiu um grupo de trabalho encarregado de sugerir normas procedimentais “voltadas à realização de consultas prévias, livres e resultará o Plano Estadual de Consultas Prévias, Livres e Informadas, observando os termos de uma convenção da Organização Internacional do Trabalho, a OIT. A iniciativa materializa o dever que tem o Estado de … Continuar lendo

De volta ao fim

“O interesse na Amazônia não é no índio nem na porra da árvore, é no minério”. Foi uma das frases mais fortes que Jair Bolsonaro disse hoje, num discurso que fez para garimpeiros de Serra Pelada em frente ao Palácio do Planalto, onde o presidente recebeu representantes do grupo, integrantes da Cooperativa de Mineração dos Garimpeiros de … Continuar lendo

National Geographic na Amazônia

Repasso, para os interessados, o comunicado que recebi da National Geographic Society, que abre uma porta para quem está trabalhando na – e sobre a – Amazônia. Até 9 de outubro, a NATIONAL GEOGRAPHIC SOCIETY convoca conservacionistas, exploradores, pesquisadores e comunicadores para participar de dois chamados que irão financiar projetos de”Capacitação na Amazônia” e “Histórias da Amazônia”, com o objetivo de preservar sua … Continuar lendo

Megausina, mega massacre

(Para incrementar o necessário debate, uma visão crítica: o artigo Belo Monte e o massacre no presídio de Altamira, de André Aroeira, publicado no blog Esquerda Democrática.) Já contei aqui várias vezes como funciona a dinâmica de ocupação de áreas adjacentes a grandes obras na Amazônia brasileira: uma massa de homens sem rumo atraídos por … Continuar lendo

Os portos do Tapajós

Não foi realizada a audiência pública marcada para hoje, em Miritituba, no oeste do Pará. Presentes, os índios munduruku divulgaram uma carta pública e fizeram protestos contra a construção de portos no distrito de Itaituba, às margens do rio Tapajós. Os índios alegam que não foram consultados previamente e ignorados, como se não existissem. O … Continuar lendo

O nióbio de Bolsonaro

Mal chegou ao Japão, para participar da reunião (ainda em andamento) do grupo que congrega os 20 países mais ricos do mundo (na América do Sul, também a Argentina; o Chile é apenas convidado), o presidente Jair Bolsonaro foi às ruas buscar as provas que confirmariam o seu mais recente bordão: o Brasil precisa ampliar … Continuar lendo

Contra os índios

Embora já tenha aparecido com as volumosas Memórias da Segunda Guerra, do líder inglês Wiston Churchill, parece que o único livro que Jair Bolsonaro leu (ou é o seu livro de cabeceira) foi A Verdade Sufocada, do coronel Brilhante Ustra, que foi chefe do DOI-Codi, o principal órgão de tortura de preso político durante a … Continuar lendo

Terras do Pará

O Iterpa continua a permutar ou retificar a permuta de áreas do Projeto Integrado Trairão, o maior dos empreendimento de venda de terras do Estado. O Diário Oficial de hoje publica seis retificações sobre uma área de 4 mil hectares, no município de São Félix do Xingu, que tem minérios, solos mais ricos e remanescentes … Continuar lendo

O Xingu sagrado (e massacrado)

O vale do rio Xingu ocupa 18 milhões dos 90 milhões de hectares de Mato Grosso, ou 20% do terceiro maior Estado brasileiro. Mais de 6 milhões de hectares de florestas situadas nesse área. É quase um terço da extensão do vale do Xingu, o 60º maior rio do planeta. Equivale a 40 vezes o … Continuar lendo