//
Arquivos

Militares

Esta categoria contém 246 posts

A Amazônia que era para ser e não foi

Este é o terceiro artigo da série em que volto à Amazônia do final dos anos 1950, quando houve uma interrupção da sua continuidade histórica e a região ingressou em uma nova etapa, definitiva e irremediável, a partir de uma intervenção externa que mudou completamente a sua configuração. _________________________________ Os 30 participantes do XVIII Congresso … Continuar lendo

TSE vai se suicidar?

Sabe-se que o alumínio produzido na Albras, em Barcarena, tem 99,99% de pureza. A margem de erro de 0,01% vai por conta da congênita imperfeição humana. Como ensina o compositor popular, a perfeição é uma meta, defendida pelo goleiro. Essa é a proporção de lisura e pureza que se atribuía até agora à votação e … Continuar lendo

Mariners na Amazônia?

O presidente da Colômbia tem todo direito de criar no seu país uma corporação militar como a força nacional de segurança do Brasil, embora esteja bem claro que esta não é uma medida eficaz para evitar e combater desmatamentos, queimadas, grilagem, invasão de reservas ecológicas e indígenas, crime organizado e mesmo narcotráfico. Como antecipação, repressão … Continuar lendo

A paixão amazônica

As necessidades de guerra fizeram o mundo voltar à Amazônia na metade da década de 1940. Desta vez, tanto para se suprir de borracha, cujo acesso fora bloqueado no Oriente pelo ingresso do Japão na Segunda Guerra Mundial, quanto para estabelecer na região amazônica uma base definitiva de ação. Não foram apenas os estrangeiros, entretanto, … Continuar lendo

O capitão intelectual

A última postagem que fiz no meu blog Amazônia HJ foi na sexta-feira passada, com o título “Heitor, Golbery e Geisel”. Dizia no texto: Heitor Aquino foi secretário particular do general Golbery do Couto e Silva, quando ele chefiava o SNI (Serviço Nacional de Informações) no governo do marechal Castelo Branco. Com a ascensão de … Continuar lendo

Jantar com Curió

Carlos Augusto de Medeiros Filho O aeroporto novo de Serra Pelada foi inaugurado em outubro de 1982 com a visita do General Figueiredo, último Presidente da República da ditadura militar iniciada em 1964. A primeira pista construída coincidia com a principal “avenida” da vila, onde se encontravam os mais importantes comércios e as sedes / … Continuar lendo

SNI: um monstro na Amazônia

(Artigo publicado em 2019) Não houve nenhum outro órgão de inteligência tão poderoso quanto o SNI. Criado logo depois da deposição do presidente João Goulart pelo golpe militar de 1964, o Serviço Nacional de Informações bisbilhotava os cidadãos, perseguia os inimigos ou mesmo os desafetos da ditadura, era o crivo de seleção para o ingresso … Continuar lendo

Curió: herói da ditadura

(Artigo publicado em 2019) Para o regime militar, iniciado em 1964 e encerrado em 1985, Sebastião Rodrigues de Moura é um herói. Ele conseguiu acabar com um foco guerrilheiro montado pelo Partido Comunista do Brasil há exatamente 50 anos, quando era intenso o combate à ditadura, através da luta armada, urbana e rural, pela extrema … Continuar lendo

A Defesa do Brasil

Em 2011, 75,20% do orçamento do ministério da Defesa foram consumidos com gastos com pessoal. Em 2018, no fim do mandato tampão de Michel Temer, caiu para 73,86%. Mas em 2021 voltou a subir, para 78,25%, ou 5,94% a mais do que em 2018. Em 2021, a Defesa gastou 37,76% com pessoal militar ativo e … Continuar lendo

Sem furar a fila

O Tribunal Superior Eleitoral abriu, em outubro do ano passado, o prazo para os interessados e habilitados legalmente requererem o acesso aos códigos-fonte dos sistemas de votação, conforme a determinação dada na gestão anterior do TSE. Apenas quatro instituições (incluindo o Ministério Público Federal, a Controladoria Geral da União e o Senado Federal) tinham feito … Continuar lendo