//
Arquivos

Minério

Esta categoria contém 369 posts

A “invenção” de Carajás

O ex-presidente José Sarney é um visionário, ou um fabulador. Em 1973, ele lançou um audacioso projeto e precisou de toda sua capacidade de trabalho e convencimento para viabilizá-lo, embora lançado originalmente pelo governo federal, em 1939. O porto de Itaqui, em São Luís do Maranhão, foi concebido por ele para escoar a produção de … Continuar lendo

Cobre é no Pará

Até o final de novembro do ano passado, 563 alvarás de pesquisa mineral haviam sido concedidos na região Norte. Um pouco mais da metade (290), no Pará, sendo 156 para cobre, que está se tornando o principal alvo dos mineradores no Estado, e 134 para ouro. Em Rondônia, 14 para cassiterita e 10 para areia. … Continuar lendo

Alcoa Juruti: 1.000º embarque

O navio Forte de São Felipe chegará no próximo domingo ao porto da Alcoa, em Juruti, no Pará. Será o milésimo a embarcar bauxita numa das melhores minas do mundo. O cargueiro levará 55 mil toneladas do minério até o porto da Alumar, subsidiária da multinacional americana, em São Luís do Maranhão, para ali ser … Continuar lendo

Catástrofe amazônica

Artigo do grande escritor amazonense Milton Hatoum, publicado ontem pelo jornal O Estado de S. Paulo. AMAZÔNIA: UMA CATÁSTROFE QUE SE APROXIMA No século passado, as tentativas de “ocupar” e “desenvolver” a Amazônia foram, além de fracassadas, extremamente danosas ao meio ambiente e aos indígenas, ribeirinhos, quilombolas, pescadores. Alguns exemplos conhecidos: Fordlândia, no Vale do … Continuar lendo

Educação consciente?

Talvez para compensar a sobrecapa no Diário do Pará de hoje, a Vale pagou duas páginas de “informe publicitário” em O Liberal. O inusitado é que a publicidade, aparentemente, acabaria servindo mais ao jornal, já que o apoio da mineradora é ao programa O Liberal na Escola. Aliás, a novidade deste ano do programa foi … Continuar lendo

Alcoa reduz capital

A Alcoa World Alumina Brasil Ltda, com sede em São Paulo, decidiu reduzir o capital social da sociedade de 5,751 bilhões de reais para R$ 5.641 bilhões, em quase R$ 110 milhões, “por reputá-lo excessivo em relação ao objeto social” da empresa.  A decisão atinge as filiais da multinacional americana em Poço de Caldas (Minas … Continuar lendo

Vale a jato

A comunicação da Vale com o povo do Pará sempre foi deficiente. A prova é um tabloide de 32 páginas que a mineradora pagou para ser encartado nas edições de hoje de O Liberal e do Diário do Pará. Muito bem diagramado, bem ilustrado e fácil de ler. Mas fraco em informações. A mesma marca … Continuar lendo

Vale ganha menos e produz mais

AVale acumulou prejuízo líquido de 264 milhões de reais nos nove meses deste ano, até setembro. No seu balanço, a empresa diz que seu desempenho operacional foi “forte”, mas não foi suficiente para compensar as provisões e despesas incorridas com a ruptura da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais, no início do ano. O custo … Continuar lendo

Brics em Carajás

O banco internacional controlado pelos cinco países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) vai financiar a expansão da infraestrutura de transportes da Vale em Carajás, entre o Pará e o Maranhão. O NDBC entrará com 300 milhões de dólares (cerca de 1,2 bilhão de reais) e a Vale com a contrapartida de US$ 51 milhões … Continuar lendo

Ferrovia de Carajás licenciada

O Ibama concedeu à Vale a segunda retificação da segunda renovação da Licença de Operação da ferrovia de Carajás, que começa em Parauapebas, no Pará, e do terminal ferroviário de Ponta da Madeira, em São Luís do Maranhão. A licença é válida por 10 anos. A ferrovia, com 870 quilômetros de extensão, começou a operar … Continuar lendo