//
Arquivos

Polícia

Esta categoria contém 550 posts

Manejo sustentável ou ilegalidade?

O Liberal publicou, hoje, o que deve ser a maior nota de esclarecimento que uma empresa madeireira já divulgou pela imprensa no Pará, talvez na Amazônia e, quem sabe, no Brasil. A razão de ser dessa iniciativa, que contrasta com o silêncio contumaz dos exploradores dos recursos florestais amazônicos, é a maior apreensão de madeira … Continuar lendo

No lago de Tucuruí

Oito integrantes da Polícia Militar foram deslocados para garantir a integridade física dos servidores do Ideflor-Bio envolvidos nas atividades de fiscalização ambiental nos municípios de abrangência da Região Administrativa do Mosaico de Unidades de Conservação Lago de Tucuruí. Durante 11 duas atuaram em Goianésia do Pará, Breu Branco, Jacundá, Nova Ipixuna, Itupiranga, Novo Repartimento e … Continuar lendo

Indignidade

Na capa, a fotografia aparece como um detalhe. O espaço maior foi dado à imagem da casa, modesta, mas bem arrumada e sólida, com cerca de tronco de árvore e arame, e uma bomba conectada à caixa d’água; algumas árvores, flores e um terreno limpinho. Vive-se com decência no local, na zona rural do povoado … Continuar lendo

Dentro das penitenciárias

Não era sem tempo. Os servidores e ex-servidores do sistema penitenciário do Pará, ativos, inativos e distratados, e demais interessados, vão se reunir no próximo dia 26, em assembleia geral, para ratificar a fundação da associação da categoria. A sociedade espera que a nova instituição, além de defender os interesses corporativos dos seus associados, se … Continuar lendo

Jornalismo criminoso

No dia 6 de maio completarei 55 anos de jornalismo profissional contínuo e integral, a meio caminho dos 72 anos de vida. Em 32 anos desse período mantive, com tropeços e lacunas, o Jornal Pessoal, uma experiência radicalmente alternativa, depois de outras aventuras assemelhadas pelo caminho. Mantive-me jornalista em 19 dos 21 anos de ditadura … Continuar lendo

Memória – Nas fábricas, não

Nota oficial do Departamento de Segurança Pública do Estado de 24 de novembro de 1945, quando a ditadura do Estado Novo tinha acabado: “O dr. chefe de Polícia torna público, para conhecimento dos interessados, que não será absolutamente permitida a realização de comícios políticos partidários, no interior dos estabelecimentos fabris desta capital”.

Fartura de balas

Dois homens se aproximam de um grupo de pessoas que moram na rua (“em situação de rua”, segundo o jargão do politicamente correto), em torno da praça Magalhães, no bairro do Reduto, no centro de Belém. Um deles desce e se aproxima de uma mulher. Manda os demais se afastarem. A mulher pede para o … Continuar lendo

31 de março

A praça da Bandeira foi transformada numa praça de guerra. Tropa da Polícia Militar a ocupa desde o início da manhã, com tropa de choque, cavalaria e um efetivo de mais de 80 homens. O trânsito foi interditado pela rua João Diogo, não permitindo a circulação em frente ao quartel general do Exército. O aparato … Continuar lendo

Parabéns a todos

Escrevi um livro no ano passado (Amazônia, o inferno no paraíso) com a descrição de mais de 80 assassinatos, ocorridos principalmente na região metropolitana de Belém, ao longo de mais de cinco anos. Em 136 páginas, que suponho de fluente leitura, quis mostrar os dramas pessoais por trás dos números e da abordagem policialesca e … Continuar lendo

Memória – Nas pensões alegres

O delegado de costumes, Heliomar Gonçalves de Matos, formou, em 1955, uma grande equipe e foi para a Pedreira e Vileta atrás das “pensões alegres”. Encontrou 12 dessas “casas de cômodos”. Interditou duas, “por se acharem em péssimas condições de higiene e de conforto”. Outras duas foram intimadas a instalar extintores de incêndio, sob pena … Continuar lendo