//
Arquivos

Polícia

Esta categoria contém 140 posts

O assalto e a política

O Diário do Pará continuou a sustentar, na sua edição de hoje, que o assalto ao Mirai Office rendeu aos seus autores seis milhões de reais, dos quais R$ 3 milhões teriam sido obtidos no escritório comercial de  Ricardo Souza, genro do governador Simão Jatene. O jornal atribui a informação a “fontes da Secretaria de … Continuar lendo

O Liberal de volta

O Liberal interrompeu o seu jejum e hoje voltou a publicar matéria sobre o assalto ao edifício Mirai Office. Anunciou os resultados da ação da polícia civil do Estado, comunicados em entrevista coletiva à imprensa, ontem, por autoridades da segurança pública. O silêncio que se seguiu à primeira e única notícia publicada até então, na … Continuar lendo

Assalto: ponto final?

Ontem, a polícia civil apresentou quatro integrantes da quadrilha que, da noite de sábado para a madrugada de domingo, assaltou o edifício Mirai Office, às proximidades da Doca, num dos pontos mais valorizados de Belém. A prisão de ontem não encerrou a investigação. Provavelmente há um ou mais membros do bando soltos. Inicialmente, foram citados … Continuar lendo

O silêncio de O Liberal

Hoje o Diário do Pará continuou a noticiar o assalto ao edifício Mirai Office – e com toda razão. O jornal revelou, com exclusividade, que a polícia prendeu o primeiro dos seis integrantes da quadrilha menos de 24 horas depois que eles se retiraram do edifício comercial, na madrugada de domingo do Círio, dia 8. … Continuar lendo

Escritório do genro de Jatene não era o alvo

Uma fonte ligada ao governo do Estado apresentou as seguintes informações sobre o assalto de sábado para domingo no edifício Mirai Office, na área da Doca de Souza Franco, que publico para permitir a melhor apuração dos fatos. 1 – Os assaltantes não visavam inicialmente o escritório do genro do governador Simão Jatene. Seu objetivo … Continuar lendo

O assalto que sumiu

Ontem,a tanto O Liberal quanto o Diário do Pará deram na sua primeira página o assalto ao Mirai Office, um vistoso prédio comercial na rua da Municipalidade, às proximidades da Doca de Souza Franco, em Belém, que teria rendido aos seus participantes seis milhões de reais. O destaque foi bem maior no jornal dos Barbalho, … Continuar lendo

Latrocínio ou homicídio

No dia 28, um motociclista se aproximou de dois jovens que conversavam na rua WE-25, na Cidade Nova, em Ananindeua. Armado de revólver, mandou que lhe entregassem os seus celulares. Um dos jovens obedeceu imediatamente. O outro, de 14 anos, também aluno da Escola Estadual Cândido Horácio Evelin, revoltado, atirou o seu aparelho na direção … Continuar lendo

Farta publicidade

É provável que o Magazan, o magazine do grupo Líder, tenha feito, ontem,  a maior propaganda em jornal da sua história. Foram 24 páginas, distribuídas em quatro encartes, em formato tabloide e papel especial, publicados tanto em O Liberal quanto no Diário do Pará, antecipando-se ao Círio e tudo mais. Coincidiu com a polêmica em … Continuar lendo

O caso da overdose: silêncio geral

O suposto assassinato de um dos herdeiros do grupo Líder e sua contribuição para a crise interna da empresa no topo do comércio varejista do Pará estão fora do noticiário da imprensa. É inacreditável que O Liberal e o Diário do Pará (ao menos por razões jornalísticas) tenham absorvido a versão oficial de que João de … Continuar lendo

Vai haver justiça?

No dia 8 de agosto deste ano o promotor público José Rui de Almeida Barboza, em petição aberta, denunciou Jeferson Michel de Almeida Barbosa, de 34 anos, técnico em transações imobiliárias, por homicídio qualificado. Ele teria assassinado o empresário João de Deus Pinto Rodrigues, um dos herdeiros do grupo Líder, dando-lhe dose letal de uma … Continuar lendo