//
Arquivos

Polícia

Esta categoria contém 38 posts

Éder Mauro (ainda) calado

Poucas horas depois de consumadas as 10 execuções promovidas por homens encapuzados, que depois se soube serem policiais militares, que vingavam o assassinato do cabo PM conhecido por Pet, no dia 5 de novembro de 2014, o deputado federal (e delegado licenciado da polícia civil) Éder Mauro divulgou através das redes sociais (WhatsApp, Twitter e … Continuar lendo

Em quem confiar?

Em 48 horas, desde sexta-feira passada, 30 pessoas foram mortas violentamente em Belém. Das quais 25 executadas, quase certamente, por Policiais Militares transformados em milicianos, vingando – à sua maneira – o soldado Rafael da Costa Costa. Ele foi morto durante um tiroteio dos PMs, que perseguiam um carro transportando suspeitos de um sequestro relâmpago. … Continuar lendo

O dinheiro do povo

Dez dias depois do aniversário de Belém, o governo do Estado faz um anúncio de página nas edições de hoje de O Liberal e Amazônia, os dois jornais diários da família Maiorana. O pretexto é divulgar a sofisticada Arena Guilherme Paraense, o “Mangueirinho”, estádio com capacidade para “12 mil corações batendo forte”. Para transformá-lo em … Continuar lendo

Quem ainda acredita no homem da lei?

A matança praticada da tarde de sexta-feira até a manhã de ontem seguiu o mesmo padrão das execuções anteriores, a principal das quais, de novembro de 2014, teve o saldo de 10 vítimas, além do sargento da PM que a provocou, um doublé de bandido que atendia pelo apelido de Pet. Vários homens encapuzados ocupam … Continuar lendo

Vítima explica algoz?

A Secretaria de Segurança Pública do Pará comunicou nesta manhã que ainda não vai divulgar a identificação dos mortos “para não prejudicar as investigações”. Todas as informações registradas nas delegacias dos bairros onde aconteceram os assassinatos irão para a Divisão de Homicídios, que comandará a investigação. Confesso que não entendi essa estratégia. Supunha ser dever … Continuar lendo

Violência paraense

No ano passado, o Pará foi o quarto Estado brasileiro com mais mortes resultantes de intervenção policial, segundo o Conselho Nacional do Ministério Público. Foram 237 mortes debitadas à conta da polícia ao longo de 2016. Mais 4.196 mortes violentas, num aumento de 11,2% em relação a 2015. Citando esses números, a seção paraense da … Continuar lendo

Cadê a imprensa?

A imprensa do Pará é biônica. Mais uma vez, numa noite de sexta-feira para o amanhecer de sábado, 24 pessoas foram mortas com as características de execução. É uma estatística de guerra. No entanto, os relatos da imprensa se baseiam quase totalmente em fontes oficiais. É a nota do governador, recebida sem questionamento. A entrevista … Continuar lendo

A escalada da violência

No início da manhã de ontem, viaturas da Ronda Tática Metropolitana, a temida Rotam da Polícia Militar, perseguiam um veículo com suspeitos de envolvimento em um sequestro relâmpago. Interceptados, os ocupantes do carro trocaram tiros com os policiais, O soldado Rafael da Silva Costa, de 29 anos, foi atingido na cabeça e morreu. Imediatamente seus … Continuar lendo

Governo pra quê?

O governo do Estado divulgou uma nota oficial, hoje, que só não é um desastre total porque este é o motivo de tê-la produzido. Disse na nota que “não tolera” os homicídios registrados ontem na Grande Belém (27 em 24 horas) porque estiveram “muito além da média”. Parece que se tivessem permanecido dentro da média … Continuar lendo

A ameaça dos (e nos) presídios

O juiz Luís Carlos Honório de Valois Coelho, da vara de execução penal do Amazonas, passou cerca de seis horas, no dia 1º, no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, intermediando a negociação com os presos rebelados. Conseguiu a libertação de três dos 10 reféns, além da promessa de que outros dois seriam soltos … Continuar lendo