//
Arquivos

Segurança pública

Esta categoria contém 44 posts

Cães & gatos

Oito gatos e dois cachorros foram encontrados mortos por envenenamento na área da feira da Pedreira, no dia 15. Dois dias depois, dezenas de ativistas fizeram uma justa manifestação de protesto contra essa matança. Tentaram alertar os eventuais interessados na eliminação dos animais, sobretudo os feirantes, e chamar a atenção das autoridades para o problema. … Continuar lendo

PMs fizeram chacina?

Uma fonte do setor de segurança pública garantiu ao jornal O Estado do Tapajós, de Santarém, que policiais militares provavelmente foram os autores da chacina do dia 6, no bairro da Condor, em Belém, que resultou em cinco mortos e 14 feridos. Um vídeo documentou a ação, desde a retirada de uma patrulha da PM … Continuar lendo

O silêncio do fiscal da lei

O Ministério Público do Estado não pode se manifestar sobre a chacina do dia 6 em Belém. Nem sobre as três matanças anteriores deste ano, com 46 mortes. Pode, quando muito, falar dos assassinatos em massa cometidos até 2015, segundo a TV Liberal, que procurou ouvir o MPE para uma excelente matéria divulgada na primeira … Continuar lendo

O terror em Belém

Cinco chacinas aconteceram em Belém neste ano, com 46 mortes. A última foi um dia e meio atrás. Sem qualquer pista concreta, ao menos que tivesse tornado pública, a polícia estaria trabalhando com duas hipóteses: desentendimento pessoal ou briga entre traficantes de drogas. A primeira hipótese é inverossímil, ainda que não de todo impossível. A … Continuar lendo

Mais uma matança

É de espantar o tempo que decorre entre um crime de grandes proporções e uma tentativa de resposta pelo aparato policial do Estado. Quando a resposta é imediata, ela é inacreditável de tão tosca, como no caso das execuções na fazenda Pau D’Arco, no sul do Estado. A versão oficial caiu em descrédito quase ao … Continuar lendo

O governador na retaguarda

O governador Simão Jatene demorou toda uma semana para se manifestar publicamente sobre a matança do dia 24 na fazenda Santa Lúcia, em Pau D’Arco, no sul do Pará. Mas não o fez, ontem, através de entrevista coletiva à imprensa ou por uma cadeia de emissoras de rádio e televisão. Seu pronunciamento foi na forma … Continuar lendo

Fora do ar

A provável execução de 10 pessoas pelas polícias civil e militar do Pará em Pau D’Arco, no sul do Estado, no dia 24, que teve justificada repercussão mundial, mereceu hoje apenas uma curta nota em O Liberal. A coluna Repórter 70 se limitou a estranhar que a apuração do caso tenha sido entregue à Divisão … Continuar lendo

Pobre Pará

A maior preocupação do secretário de segurança pública do Pará, general Jeannot Jansen, na primeira declaração que fez sobre o conflito em Pau D’Arco, foi ressaltar que a polícia – civil e militar – não cumpria mandado de reintegração de posse. Ou seja: não ia desalojar os ocupantes da fazenda Santa Lúcia, como acontecera em duas … Continuar lendo

A história na chapa quente (223)

Campo em chamas (Artigo publicado no Jornal Pessoal 310, de outubro de 2003. Gostaria que oe leitor o comparasse ao massacre de Pau d’Arco, que aconteceu anteontem.) Um dos exercícios intelectuais a que frequentemente me dedico é imaginar como teria evoluído a Rússia czarista se os nobres tivessem dado crédito de confiança ao Conde Stolypin. … Continuar lendo

A segurança acabou

Um prefeito ser assassinado a tiros à plena luz do dia, quando estava em companhia de amigos, num passeio ciclístico coletivo, é muito grave. Foi o que aconteceu, ontem, com o prefeito de Breu Branco, Diego Kolling, de 34 anos, do PSD. Apesar de tantas testemunhas, as informações divulgadas até agora são contraditórias e imprecisas, … Continuar lendo