//
Arquivos

Segurança pública

Esta categoria contém 22 posts

O crime com muitas balas

Os criminosos de Belém não estão economizando balas para matar. Em três homicídios praticados ontem, foram 29 balas, quase todas de uma arma de grosso calibre (pistola ponto 40). Nove desses tiros, em dois casos, foram dados na cabeça das vítimas. Todos os assassinatos foram execuções sumárias. Os mortos tinham passado de envolvimento com o … Continuar lendo

A segurança pública

O governador não fez, o seu vice também não, o secretário de segurança igualmente, o delegado geral idem. Então o promotor militar Armando Brasil fez o que era elementar e sensato: chamou as esposas dos policiais militares que acamparem em frente à sede do comando e fizeram outras manifestações de protesto para cobrar melhores condições … Continuar lendo

Sr. Governador: não volte

Na semana passada o governador Simão Jatene pediu – e obteve – autorização para se ausentar do país.Informou que iria fazer viagem de férias à Europa, com base em Roma, na Itália, entre os dias 7 e 16. Em férias, tiraria do seu bolso o dinheiro para custear as próprias despesas e as da esposa. … Continuar lendo

Mais uma chacina?

Cinco pessoas foram mortas e quatro feridas (uma em estado grave) em Abaetetuba, na terça-feira. Os ataques aconteceram apenas duas horas depois da morte de um cabo da Polícia Militar, Sérgio Augusto de Miranda Margalho. Ele estava de folga e morreu dentro de casa com um tiro nas costas, A polícia civil diz que ainda … Continuar lendo

A hora do equilíbrio

Boatos sobre movimentos de protesto da Polícia Militar em todo país se espalham com rapidez e contundência. O terreno é propício a todo tipo de boto. Ele lavra porque a população está insegura e assustada. O primeiro caso, no Espírito Santo, causou e continua a causar grande impacto. A negligência dos governos para com o … Continuar lendo

A lei ou o caos

A Polícia Militar do Espírito Santo ganha muito mal. O vencimento inicial de um PM no Estado é de 2,2 mil reais brutos, um dos piores do país. Mas os demais também ganham mal. Mesmo com alguns tetos expressivos, a polícia em geral, civil ou militar, não tem remuneração de acordo com sua importância. Talvez … Continuar lendo

Delegados se defendem

Os oito homens que foram presos acusados de participar da matança de novembro de 2014, em retaliação pela morte do cabo Pet, “foram presos, todos com nome e sobrenome. Se algum foi posto em liberdade não foi por falha na investigação”, diz o presidente do sindicato dos delegados de polícia, João Nazareno Nascimento Moraes. Ele … Continuar lendo

Resultado zero

Nunca uma investigação esteve nas mãos de tantos delegados da polícia civil do Pará. São oito os designados para apurar as 28 execuções na mais recente e mais grave chacina praticada por milícias no Estado. Eles já instauraram 20 inquéritos. Mas não prenderam ninguém. Nem um único indiciado. Preso, portanto, zero. O trabalho da equipe … Continuar lendo

Carta ao governador

Por representar interesse público, cedo espaço para a carta aberta que o sociólogo Guilherme Carvalho encaminhou ao governador Simão Jatene. Ontem ao final da partida entre o Remo e o Cametá, meu filho mais novo foi vítima do sexto assalto em Belém, numa parada de ônibus bem perto do estádio. Quatro bandidos trasvestidos de torcedores lhe … Continuar lendo

As milícias consentidas

Rodinaldo Sinezio Costa decidiu ir à audiência convocada pela OAB no dia 26, motivada pela chacina da semana passada em Belém na condição de pai do soldado Rafael Costa, de 29 anos. Foi defender a memória do filho, para negar que ele tivesse sido o estopim das matanças que se seguiram à sua própria morte, … Continuar lendo