//
Arquivos

Segurança pública

Esta categoria contém 7 posts

Éder Mauro (ainda) calado

Poucas horas depois de consumadas as 10 execuções promovidas por homens encapuzados, que depois se soube serem policiais militares, que vingavam o assassinato do cabo PM conhecido por Pet, no dia 5 de novembro de 2014, o deputado federal (e delegado licenciado da polícia civil) Éder Mauro divulgou através das redes sociais (WhatsApp, Twitter e … Continuar lendo

Em quem confiar?

Em 48 horas, desde sexta-feira passada, 30 pessoas foram mortas violentamente em Belém. Das quais 25 executadas, quase certamente, por Policiais Militares transformados em milicianos, vingando – à sua maneira – o soldado Rafael da Costa Costa. Ele foi morto durante um tiroteio dos PMs, que perseguiam um carro transportando suspeitos de um sequestro relâmpago. … Continuar lendo

A ameaça dos (e nos) presídios

O juiz Luís Carlos Honório de Valois Coelho, da vara de execução penal do Amazonas, passou cerca de seis horas, no dia 1º, no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus, intermediando a negociação com os presos rebelados. Conseguiu a libertação de três dos 10 reféns, além da promessa de que outros dois seriam soltos … Continuar lendo

Penitenciária não é lugar de criminoso

Meu artigo publicado hoje no site Amazônia Real, http://www.amazoniareal.com.br . Igarapé Miri, a 80 quilômetros de Belém, no Pará, é o município que mais produz e exporta açaí no mundo. É também conhecido como um lugar cada vez mais violento, em contraste com seu passado ribeirinho, marcado pela vida lenta, ao sabor dos rios amazônicos. … Continuar lendo

Sem PCC nem CV

O Primeiro Comando da Capital, de São Paulo, e o Comando Vermelho, do Rio de Janeiro, as maiores e mais fortes facções do crime organizado no Brasil, já atuam na maioria dos Estados da Amazônia, em função do abastecimento de drogas ao mercado local e das rotas internacionais do narcotráfico pela região. Segundo as autoridades … Continuar lendo

A incompetência oficial

O secretário de Justiça e Cidadania e Justiça de Roraima, o responsável perante o governo local pelas penitenciárias do Estado, reagiu ao massacre de 33 presos na Penitenciária Agrícola do Monte Cristo, a maior unidade prisional, como quase todas as autoridades públicas com jurisdição sobre a questão, desde a rebelião seguida por massacre na penitenciária … Continuar lendo

A saída – ou fuga – natalina

Até ontem, 1.150 detentos receberam autorização da justiça para passar em suas casas as festas do final de ano, com o compromisso de retornar aos seus locais de origem até o dia 2. O número deste ano, que ainda poderia ser ampliado, é inferior ao de 2015, quando 1.238 detentos receberam o benefício. O percentual … Continuar lendo