//
Arquivos

Segurança pública

Esta categoria contém 65 posts

O crime da corda

A romaria do Círio completa uma semana amanhã e nenhuma iniciativa do poder público sobre a ação, cada vez mais ampla e audaciosa, de pessoas que cortam a corda dos romeiros para vendê-la em pedaços no mercado negro. A omissão das autoridades tem servido de estímulo para a ousadia desses piratas, que já se agrupam … Continuar lendo

Latrocínio ou homicídio

No dia 28, um motociclista se aproximou de dois jovens que conversavam na rua WE-25, na Cidade Nova, em Ananindeua. Armado de revólver, mandou que lhe entregassem os seus celulares. Um dos jovens obedeceu imediatamente. O outro, de 14 anos, também aluno da Escola Estadual Cândido Horácio Evelin, revoltado, atirou o seu aparelho na direção … Continuar lendo

Tolerância zero à violência

Belém precisa impor tolerância zero ao crime, em particular o homicídio. Todas as formas e variações de violência se sucedem diariamente, em escala crescente e intensidade espantosa.Não há mais cidadão que se sinta seguro na cidade, em qualquer ponto do seu espaço metropolitano, em qualquer horário. Não há mais regras. Tudo se tornou possível. A … Continuar lendo

Ônibus: esquifes móveis

A tentativa de assalto de domingo à noite, 17, já é o mais sangrento praticado dentro de um ônibus em Belém, com um saldo de quatro mortos e dois feridos. Três homens invadiram um coletivo da linha Conjunto Maguari, na avenida Pedro Álvares Cabral, trocando tiros com um passageiro, que estava armado.   Dois dos … Continuar lendo

O assalto (no) coletivo

O desfecho mais grave já estava anunciado e se consumou no domingo à noite. Um ônibus que vinha da Augusto Montenegro foi assaltado por dois homens na Pedro Álvares Cabral, próximo à Tavares Bastos, na Marambaia. É um trecho de intenso tráfego, mas escuro e com pontos favoráveis ao ato criminoso e à fuga. Só … Continuar lendo

A polícia e os maus policiais

No dia 5, a secretaria de Segurança Pública já dispunha de informações suficientes para sair atrás dos integrantes de uma milícia que atuava no bairro da Pedreira, em Belém. As investigações, em duas linhas independentes,  foram iniciadas logo depois da chacina do dia 20 para 21 de janeiro, quando foram assassinadas 25 pessoas, provavelmente em … Continuar lendo

Ataque às milícias

Quatro chacinas praticadas em Belém entre janeiro e junho deste ano resultaram em 46 vítimas. Hoje, a polícia civil começou a dar uma resposta concreta aos clamores dos atingidos e ao espanto da opinião pública com tanta violência impune. No cumprimento de mandados judiciais, foram presos 25 integrantes de milícia, dos quais 14 PMs. É … Continuar lendo

As causas da impunidade

O Rio Grande do Sul tem 691 promotores. Cem deles (15% do total) assinaram um manifesto, subscrito por mais 50 pessoas, divulgado (com pouca repercussão) no início do mês. A participação de tantos promotores de justiça é relevante. Afinal, eles são os fiscais da lei e os autores das ações penais de interesse público. Com … Continuar lendo

Túmulo fluvial

O barco Capitão Ribeiro saiu de fato de Santarém para Vitória do Xingu (declarando se dirigir para Prainha) na noite de segunda-feira. Devia navegar pelo rio Amazonas até o ponto de destino, a 150 quilômetros de distância. Um dia depois de desatracar, afundou no rio Xingu, fora do seu roteiro, a quase duas vezes a … Continuar lendo

O crime na periferia

O dono de alguns açougues na periferia de Belém estava em um deles, ontem à noite, protegido por três seguranças, quando oito homens encapuzados desceram de dois carros e duas motocicletas e começaram a atirar. Feriram os quatro alvos. Cada um deles recebeu um tiro, nenhum deles com ferimento mortal . Hospitalizados, estão se recuperando. … Continuar lendo