//
Arquivos

Sem categoria

Esta categoria contém 87 posts

O anão moral

“O triste caso de um anal moral” é o título de um editorial da edição de hoje do portal Comunique-se. É dedicado a um dos mais votados deputados federais da história política do Pará. Deve ser lido por quem, tendo escolhido o cidadão como seu representante no parlamento nacional, pode se arrepender, mudar de ideia … Continuar lendo

JP nas bancas

A nova edição do Jornal Pessoal está nas bancas com as seguintes chamadas de capa: LULA, O CONDENADO JADER E A PROPINA   VIOLÊNCIA Até onde ela irá? A violência usada nos homicídios supera todas as escalas de medição, se aprofunda e cria uma incógnita sobre o futuro. A sociedade está enfrentando eficientemente esse agravamento … Continuar lendo

A história na chapa quente (246)

A revolta de Tucuruí (Escolhi este texto para reproduzi-lo por vários motivos. Ele foi publicado em O Liberal em abril de 1980, quando começava o mandato de cinco anos do último presidente do regime militar, o general João Figueiredo. Ele prometeu prender e arrebentar quem se colocasse contra o seu projeto de abertura política sob … Continuar lendo

A história na chapa quente (239)

A hora de mudar os ônibus é esta (Artigo publicado no Jornal Pessoal 319, de março de 2004) A gratuidade no transporte coletivo em Belém custa oito milhões de reais ao mês, R$ 96 milhões ao ano. O número foi divulgado na semana passada pelo vereador Arnaldo Jordy, do PPS, com base em dados fornecidos … Continuar lendo

O buraco negro

O déficit do setor público consolidado no mês passado foi recorde para meses de maio desde 2001, quando o Banco Central iniciou a série histórica. O saldo negativo foi de 30,736 bilhões de reais. Um ano antes, o resultado fora de R$ 18 bilhões. Um terço desse valor se deveu ao pagamento de R$ 10 … Continuar lendo

Fantasia e realidade

Uma cliente chegou à principal agência do Banco do Estado do Pará, na avenida Presidente Vargas, quando começava o expediente, na manhã de hoje. Queria comprar dólares. O funcionário encarregado de moedas estrangeiras lhe informou que o carro de valores ainda não chegara. Portanto, não havia dólares para venda. A cliente saiu para atender outro … Continuar lendo

Isto é Belém

Meio dia e meia. A canícula é de derreter os ossos. Sol a pino. O ônibus NSL 9160 da linha Eduardo Angelim-Ver-o-Peso está no prego bem no alto do viaduto do Entroncamento. Os passageiros não podem descer: o viaduto não tem acostamento. Descer significa expor a vida ao perigo, que pode ser letal. Vão ter … Continuar lendo

A história na chapa quente (227)

A polêmica do porto no jornalismo comercial (Artigo publicado no Jornal Pessoal 311, de novembro de 2003) Para atacar a Companhia Vale do Rio Doce e, dessa maneira, tentar influir sobre o contencioso judicial que trava com a empresa na comarca de Belém (ver edições anteriores do Jornal Pessoal), O Liberal ressuscitou uma questão que … Continuar lendo

A história na chapa quente (223)

Campo em chamas (Artigo publicado no Jornal Pessoal 310, de outubro de 2003. Gostaria que oe leitor o comparasse ao massacre de Pau d’Arco, que aconteceu anteontem.) Um dos exercícios intelectuais a que frequentemente me dedico é imaginar como teria evoluído a Rússia czarista se os nobres tivessem dado crédito de confiança ao Conde Stolypin. … Continuar lendo

Barco à deriva

O que se observa desde ontem à noite no Congresso Nacional não é um esforço emergencial por uma saída verdadeira para o agravamento da crise brasileira. A agitação mais se coadunava com um esforço de ratos para escapar do barco que naufraga. Sem maiores informações, alguns políticos se agarram de imediato a um pedaço soçobrante … Continuar lendo