//
Arquivos

tráfico de drogas

Esta categoria contém 74 posts

Polícia fala ao público

Foi por mera formalidade que a polícia civil encaminhou, ontem, à justiça, o inquérito sobre a chacina de 19 de maio, com 11 mortes (seis mulheres e cinco homens). no bairro do Guamá, em Belém. Assim, a polícia pode alegar que concluiu a apuração nos 10 dias do prazo inicial, uma façanha diante da costumeira … Continuar lendo

Chacina: final artificial?

A imprensa endossa a posição da polícia: está encerrada a investigação da chacina do dia 19, que resultou na morte de 11 pessoas. Depois que a secretaria de segurança pública anunciou, anteontem, que todos os oito assassinos foram identificados e estão presos, o assunto sumiu das sangrentas páginas dos jornais de hoje. A polícia diz … Continuar lendo

Chacina esclarecida?

Com 100 mil habitantes, o Guamá é o bairro mais populoso de Belém, que tem 1,5 milhão de moradores e é a 10ª do Brasil. Se fosse município, o Guamá seria o 19º em população dentre os 144 municípios do Pará, o 9º da federação, com mais de oito milhões de habitantes. Com quase 15% … Continuar lendo

Bairro do narcotráfico

A Cabanagem, onde vivem quase 30 mil pessoas, entre Belém e Ananindeua, é o bairro da seção de hoje de O Liberal. A matéria é curta e superficial. Não impede o jornal de afirmar que o bairro “é uma área dominada pelo narcotráfico”. As provas? Ali atuou Jocicley Braga de Moura, o Dote, considerado pela … Continuar lendo

E as crianças?

As três vítimas da chacina do dia 19, que foram as primeiras identificadas por seus parentes no Instituto Médico Legal, no domingo mesmo,, deixaram nove filhos. Apesar de só ter vivido por 22 anos, o DJ Leandro Breno Tavares da Silva possuía três filhos: duas meninas e um menino. Márcio Rogério Silveira Assunção, de 37 … Continuar lendo

Contradição grave

Trecho de matéria que O Liberal publicou ontem, sobre a chacina de domingo, 19, com a morte de 11 pessoas, no Bar da Wanda, no bairro do Guamá, em Belém: “Foi o tenente-coronel Jorge Wilson de Araújo, um dos primeiros oficiais da Polícia Militar a chegar ao local, quem afirmou, ainda na tarde de domingo, … Continuar lendo

Quem matou?

O tenente-coronel Jorge Wilson de Araújo, um dos primeiros oficiais da Polícia Militar a chegar ao local onde, no domingo, 11 pessoas (seis mulheres e cinco homens) foram mortas e mais uma ferida (hospitalizada em estado grave). O militar declarou aos jornalistas que o Bar da Wanda, onde o crime aconteceu, “era um ponto bastante … Continuar lendo

Uma pista?

Corretamente, O Liberal reservou duas páginas da sua edição de hoje à cobertura dos desdobramentos da chacina de domingo, que resultou em 11 mortes por execução, num dos maiores registros sobre esse tipo de crime nos últimos tempos em todo país. A importância e gravidade do assunto justificam esse tratamento. Já o jornal da família … Continuar lendo

A morte e a “morte” de João de Deus

Uma extensa, intrincada e grave história transcorreu e continua a ter curso paralelamente à morte de João de Deus Pinto Rodrigues, um dos herdeiros do grupo Líder, que possui a maior rede de supermercados do Pará e do norte do país, ocorrida em fevereiro de 2015. No dia 26 de abril, o 2º tribunal do … Continuar lendo

A punição e a impunidade

O traficante de drogas é um dos tipos sociais mais repulsivos e nefastos. Ele age com violência e total desprezo à dignidade e à vida humana. Não se importa com os efeitos degradantes das drogas que fornece sobre a constituição física e psicológica das suas vítimas. É frio e premeditado. Seu objetivo é egoístico, para … Continuar lendo