//
Arquivos

tráfico de drogas

Esta categoria contém 39 posts

Nota enigmática

Nas “Em poucas linhas” de hoje, o Repórter 70, a principal coluna de O Liberal, publicou duas notas com as características das velhas “cartas enigmáticas”: “O jovem que vendeu droga para um estudante que morreu em face da overdose será levado a júri popular na Vara comandada pelo juiz Felix Flexa. O acusado responderá pelos … Continuar lendo

Violência na Vila dos Cabanos

Um morador de Vila dos Cabanos, a cidade criada para abrigar os empregados da Albrás e Alunorte, em Barcarena, enviou uma desesperada mensagem sobre a violência, que grassa no local. Antes de tratar pessoalmente do assunto, reproduzo o apelo do morador, cujo nome mantenho no anonimato para preservá-lo. Peço a você que fale, em seu … Continuar lendo

Assassinato ou acidente de overdose?

Aos 26 anos, João de Deus Pinto Rodrigues, integrante de uma das mais ricas famílias de Belém, dona do grupo Líder, com a maior rede de supermercados do Pará, “frequentava a alta sociedade da capital paraense, possuía muitos amigos, com os quais frequentava boates em Belém”. Jeferson Michel Miranda Sampaio, de 31 anos, técnico em … Continuar lendo

Caso João Rodrigues: onde a verdade?

No dia 19 de setembro, a 3ª promotora de justiça do Tribunal do Júri de Belém, Rosana Cordovil, provocou uma completa reviravolta na rumorosa investigação sobre a morte de João de Deus Pinto Rodrigues, 27 anos, filho de um dos donos do supermercado Líder, que aconteceu em fevereiro de 2015. A promotora pediu a prisão … Continuar lendo

O caso da overdose: silêncio geral

O suposto assassinato de um dos herdeiros do grupo Líder e sua contribuição para a crise interna da empresa no topo do comércio varejista do Pará estão fora do noticiário da imprensa. É inacreditável que O Liberal e o Diário do Pará (ao menos por razões jornalísticas) tenham absorvido a versão oficial de que João de … Continuar lendo

Vai haver justiça?

No dia 8 de agosto deste ano o promotor público José Rui de Almeida Barboza, em petição aberta, denunciou Jeferson Michel de Almeida Miranda Sampaio de 34 anos, técnico em transações imobiliárias, por homicídio qualificado. Ele teria assassinado o empresário João de Deus Pinto Rodrigues, um dos herdeiros do grupo Líder, dando-lhe dose letal de … Continuar lendo

Tio nega assassinato: foi overdose

João de Deus Pinto Rodrigues não foi assassinado: morreu acidentalmente por overdose, porque era viciado. Quem diz isso é o seu tio, Oscar Rodrigues, o principal executivo do grupo Líder, irmão de João Rodrigues, pai do jovem, que morreu em fevereiro de 2015. A tese do assassinato é obsessão de João, diz Oscar. Ele acusa … Continuar lendo

Pai diz que confia na justiça

João Rodrigues e sua esposa, Regina, mais os filhos e netos, postaram a seguinte mensagem no seu Facebook: Com relação à prisão de Jefferson Michel Miranda Sampaio, pelo assassinato de meu filho, João de Deus pinto Rodrigues, largamente noticiada pela imprensa, gostaria de enfatizar que o meu sentimento não é de alegria. A prisão e … Continuar lendo

A imprensa e a “overdose encomendada”

O Diário do Pará anunciou que Jeferson Michel Miranda Sampaio, acusado de assassinar por encomenda o empresário João de Deus Pinto Rodrigues, ” já tinha sido detido anteriormente por envolvimento com tráfico de drogas”. Essa detenção ocorreu em abril de 2015. O jornal não esclarece que essa prisão resultou da morte de João, dois meses … Continuar lendo

O Pará nos anais criminológicos

Jeferson Michel Sampaio, de 34 anos, acusado de assassinar João de Deus Pinto Rodrigues, filho de um dos donos dos supermercados do grupo Líder, dando-lhe uma droga manipulada para causar envenenamento ou o induzindo a tomar uma overdose da substância sintética conhecida como gota (a GHB), que o matou, está preso no Centro de Triagem … Continuar lendo