//
Arquivos

Terras

Esta categoria contém 25 posts

A história na chapa quente (66)

O preço da verdade (Artigo publicado no Jornal Pessoal 265, de agosto de 2001) Na caçada da grande imprensa ao senador Jader Barbalho, o desembargador João Alberto Paiva foi acusado de favorecê-lo com um despacho que retribuía um favor. Foi Jader, quando governador, em 1992, que escolheu Paiva para o desembargo, a partir de uma … Continuar lendo

A história na chapa quente (50)

Grilagem (Artigo publicado no Jornal Pessoal 256, de abril de 2001) A Corregedoria Geral de Justiça do Pará, ao contrário do que fez a similar amazonense, não acatou os pedidos que lhe foram feitos pelo Ministério Público Federal, o Incra e o Iterpa. Ao invés de determinar o cancelamento da matrícula e do registro de … Continuar lendo

A história na chapa quente (41)

Jader Barbalho: Hamlet tropical (Artigo publicado no Jornal Pessoal 251, de janeiro de 2001) Tudo indica que Jader Fontenele Barbalho chegou ao máximo da sua carreira política. Ocupou todos os cargos possíveis de alcançar em uma eleição e o topo do executivo federal, sendo por duas vezes ministro de Estado. Só não foi, até agora, … Continuar lendo

O violento sertão amazônico

Este meu texto já está disponível no site do Amazônia Real –  http://www.amazoniareal.com.br)   Em maio de 2013, José Rodrigues Moreira foi levado a julgamento em Marabá e absolvido da acusação de ter mandado matar o casal de extrativistas José Cláudio Ribeiro e Maria do Espírito Santo. Os dois foram mortos em 2011, num lote … Continuar lendo

A força contra a lei

Em maio de 2013, José Rodrigues Moreira foi levado a julgamento em Marabá e absolvido da acusação de ter mandado matar o casal de extrativistas José Cláudio Ribeiro e Maria do Espírito Santo. Os dois foram mortos em 2011, em Nova Ipixuna, no sudeste do Pará. Ontem, em Belém, o mesmo réu foi condenado a … Continuar lendo

Corrupção no Incra

Servidores do Incra foram acusados de permitirem a doação ilegal de uma área de 1,3 mil quilômetros quadrados (ou 130 mil hectares, ou ainda 13 milhões de metros quadrados) do Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável Terra Nossa, localizado nos municípios de Novo Progresso e Altamira, no sudoeste do Pará. A área, repassada com o aval … Continuar lendo

Amazônia: a fronteira do caos

Nos 10 primeiros anos depois do fim da ditadura, entre 1986 e 1996, foram registrados 660 assassinatos no campo, mais do que as 625 mortes registradas em 21 anos de regime militar. Do massacre de Eldorado dos Carajás, justamente em 1996, até hoje, 197 pessoas foram assassinadas em conflitos somente no sudeste e sul do … Continuar lendo

O Bradesco e as mortes no campo

Em cinco de junho de1974, o então chefe do Serviço Nacional de Informação e membro do Conselho de Segurança Nacional general João Batista Figueiredo, que viria a se tornar presidente da república cinco anos depois, enviou documento confidencial ao ministro do Interior, Maurício Rangel Reis, notificando os “problemas de terras em Conceição do Araguaia no … Continuar lendo

O “caso” Capaz

Aquele 3 de julho de 1976 parecia que ia ser fonte de problemas para a diplomacia do regime militar brasileiro. Pouco depois do meio-dia, três cidadãos norte-americanos foram mortos na PA-70 (atual BR-222), uma ligação empiçarrada entre Marabá e a Belém-Brasília, no sudoeste do Pará. Avisado imediatamente pela fonia, o cônsul dos Estados Unidos em … Continuar lendo

Guerra na selva

No intervalo de duas semanas, duas emboscadas contra missões oficiais no interior do Pará. Na primeira, em São Félix do Xingu, pistoleiros atacaram uma força-tarefa do ministério do Trabalho que investigava o trabalho escravo. Atiraram até em agentes da Polícia Federal que davam cobertura à operação. Levaram vantagem pelo seu armamento e por ter tido … Continuar lendo