//
Arquivos

Terras

Esta categoria contém 70 posts

O Amapá dos Alcolumbre

Como é pouco provável que a imprensa local tome conhecimento da matéria que o site Intercept publicou, reproduzo-a para conhecimento dos interessados na base política e econômica do senador Davi Alcolumbre, presidente do senado, quarto na escala sucessória do presidente da república. The Intercept devassa fortuna dos Alcolumbre no AP A INFLUÊNCIA DOS ALCOLUMBRE no Amapá … Continuar lendo

Um parlamento esvaziado

Em junho de 1987, o advogado Paulo Fonteles de Lima foi assassinado. O crime teve grande repercussão porque Fonteles fora deputado estadual até três meses antes. Ele foi o primeiro advogado de posseiros numa das mais conturbadas regiões do Brasil, no sul do Pará, cuja violência derivava, em grande medida, dos conflitos pela posse da … Continuar lendo

Terras em permuta

Em 1990, o Instituto de Terras do Pará fez uma grande venda de terras públicas numa área de mais de 1,2 milhão de hectares, a Gleba Altamira VI, que passou a ser conhecida como Projeto Integrado Trairão. Serviria para a instalação de médias e grandes propriedades rurais privadas, no sul do Estado. O problema é … Continuar lendo

JP (16) – Notas

(Publicado no Jornal Pessoal 237, de junho de 2000) Gêmeas Mantidas as proporções e preservando suas características, a Aldeia Cabana está, para a administração Edmilson Rodrigues, como a Estação das Docas para o governo Almir Gabriel. Denominador comum em ambas: o executor da obra, a Marko Engenharia. Outro traço de união: o desrespeito às normas … Continuar lendo

JP (10)- Cartas

(Publicado no Jornal Pessoal 235, de junho de 2000) Floresta Senhor Lúcio Flávio Sempre leio as duas publicações de sua autoria, o Jornal Pessoal e a Questão [Agenda] Amazônica. Admiro seu trabalho, que se caracteriza pela imparcialidade e o compromisso com a verdade, levantando questões das mais relevantes para o nosso Estado. Infelizmente, no último … Continuar lendo

JP (7) – A grande grilagem

(Publicado no Jornal Pessoal 236, de junho de 2000) Nova CPI da terra: agora é para valer? A Comissão Parlamentar de Inquérito da Câmara Federal sobre a ocupação de terra pública, mais conhecida como CPI da Grilagem, pode ter encontrado na semana passada, em Belém, um rumo para escapar ao destino da maioria dessas iniciativas: … Continuar lendo

Velho e novo colonialismo

Dizer que o pernambucano José de Moura Cavalcanti era o presidente do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) era dizer pouco. Mas em 1971 ele se tornou o gestor do maior latifúndio do mundo. Por um ato de força, na forma de decreto-lei (o poderoso executivo usurpando função do legislativo amordaçado), o general … Continuar lendo

Ribeirinhos ameaçados

Com o objetivo de expandir a área das suas propriedades, fazendeiros estabelecidos às margens do rio Tocantins contrataram a empresa Marca Vigilância e passaram a invadir os pequenos lotes dos ribeirinhos estabelecidos em três áreas, conforme denúncia que fizeram ao Ministério Público Federal (MPF) em Marabá. Os moradores informaram que foram ameaçados por homens que … Continuar lendo

JP (3) – A grilagem do Xingu

(Artigo publicado na edição 235 do Jornal Pessoal, da 2ª quinzena de maio de 2000, um dentre vários textos sobre a maior grilagem de terras de todos os tempos.) Em setembro de 1996, o juiz José Torquato de Alencar determinou ao titular do cartório de imóveis de Altamira se abster de registrar qualquer ato “que … Continuar lendo

Pouco antes do fim

Um DC-3, um dos aviões a hélice mais usados no Brasil logo depois da Segunda Guerra Mundial, percorria 600 quilômetros até o seu destino. Ia buscar pedras para a construção da BR-319, com mais 600 quilômetros de retorno. Simplesmente não havia pedras ao longo dos 885 quilômetros entre Manaus, a capital do Amazonas, e Porto … Continuar lendo