//
Arquivos

Cultura

Esta categoria contém 647 posts

O tamanho da escravidão

A revista eletrônica Outras Palavras publicou um artigo muito interessante sobre a descolonização do império britânico, escrito por Felipe Munhoz Martins, graduado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista (UNESP) e mestre em Antropologia Social pela Universidade Federal de São Carlos. O texto revela um dado interessante para leitores do Pará, em particular: foi em … Continuar lendo

Os cabanos (6)

Laudegário José de Assunção. Paraense, mulato, 45 anos, alfaiate. Tomou parte em todas as revoluções havidas em Belém. Esteve sempre em armas no ponto de Santo Antônio. Com a chegada do marechal Manuel Jorge Rodrigues evadiu-se para o rio Maguari. Depois marchou para a tomada da vila da Vigia, onde matou e roubou. Em seguida, … Continuar lendo

Os cabanos (5)

João Miguel de Souza Leal Aranha. Paraense, branco, 39 anos, proprietário. Acusado de ter mandado dar o tiro no presidente Lobo de Souza. Pronunciado no 1º, 2º e 3º distritos de Belém, nos de Itapicuru, Aicaraú, Igarapé-Miri, Acará, Moju, Guajará-Mirim, Bujaru e Muaná. Preso em agosto de 1835, em Belém, pelo chefe da força naval, … Continuar lendo

Bruno Liberati

Levei um choque ao ler, ainda a pouco, a revista eletrônica Jornalistas & Cia e deparar com a notícia: Bruno Liberati morreu, de doença respiratória (possivelmente de coronavírus), no dia 26, no Rio de Janeiro, aos 71 anos. Nossa amizade completou meio século no ano passado. Nosso ponto de encontro foi a Escola de Sociologia … Continuar lendo

De volta à Secult

Um dos atos de impacto de Giussepp Mendes como auditor geral do Estado (numa sucessão de procedimentos, que adotou com fúria inquisitorial) foi instaurar processo administrativo de responsabilização referente ao Parque do Utinga “para apurar indícios de irregularidades nos processos licitatórios referentes às obras do Parque”. Os Barbalho nunca esconderam sua aversão ao autor do … Continuar lendo

O abalo ao Facebook

Julho pode vir a ser o mês mais importante na reação que a sociedade está iniciando contra o poder plenipotenciário das empresas que controlam a mídia social no mundo. Mais de 180 empresas suspenderão a publicidade que veiculavam no Facebook até que a mina de ouro digital de Mark Zuckerberg modifique seu padrão de atuação. … Continuar lendo

Os cabanos (4)

Geraldo Francisco Nogueira “Gavião”, Cearense, branco, 22 anos marceneiro (carpinteiro). Integrou o primeiro ataque a Belém, seguido pelo de agosto de 1835. Pronunciado pelo juiz de paz de Barcarena como um dos primeiros chefes de Conde, Beja e Barcarena. Pronunciado pelo juiz de paz de Aicaraçu e acusado pelos mesmos crimes nos quais Vinagre e … Continuar lendo

Os cabanos (3)

Diógenes Thomaz Guilherme. Do Rio de Janeiro, branco, 37 anos, negociante. Apontado como escrivão de Eduardo Angelim no Acará, onde foi preso, em 1836. Permaneceu na corveta Defensora de setembro de 1836 a agosto de 1838, quando foi solto. Dionísio Ferreira da Costa. Banco, 22 anos, pintor. Preso em Belém pelo alferes Afonso de Albuquerque … Continuar lendo

Papo com Ruy

Minha relação com Ruy Barata se estreitou nos seus últimos anos de vida. Ia encontrá-lo no meio da tarde de domingo, no fim da Veiga Cabral, já no Jurunas, ele recuperado do seu desempenho na boemia, que nunca abandonou. Movidos a café e água, conversávamos sobre temas à margem da sua poesia, que sempre admirei, … Continuar lendo

O prêmio da Secult

 O “Preamar de Arte e Cultura – Produção e Circulação”, promovido pela Secretaria de Cultura do Estado, se destaca no setor por sua dimensão e propósitos. Ele pode distribuir até 2,8 milhões de reais em prêmios a 100 artistas selecionados, cada um deles com direito a 28 mil reis, com projetos “voltados para a produção … Continuar lendo