//
Arquivos

Cultura

Esta categoria contém 162 posts

A história na chapa quente (46)

Palavra municipal (Artigo publicado no Jornal Pessoal 253, de março de 2001) Mais um carnaval foi realizado no local, mas a Aldeia Cabana, a Estação das Docas da administração Edmilson Rodrigues fincada na Pedreira, continua irregular. A irregularidade resulta do descumprimento, pela prefeitura, do “termo de ajustamento de conduta” assinado com o Ministério Público do … Continuar lendo

Um carnaval melhor

O carnaval das escolas de samba de Belém está ameaçado pela falta de patrocínio da prefeitura? Então viva o carnaval. Talvez ele se liberte das suas amarras, dê cinco passos atrás e caminhe 20 passos em seguida, segundo prevê o presidente da Liga das Escolas de Samba do Grupo Especial, Fabrício Gama. No ano passado … Continuar lendo

O futebol do governo

Há oito anos, o governo patrocina o futebol paraense. O valor deste ano é de seis milhões de reais, em contrato a ser assinado no dia 20. Metade desse total é verba a fundo perdido, a título de patrocínio pelo Banco do Estado do Pará (que será remunerado, pelos R$ 3.4 milhões que aplicará, com … Continuar lendo

A história na chapa quente (37)

Belém: de novo, a capital amazônica (Artigo publicado no Jornal Pessoal 251, de janeiro de 2001) Em 1908, após 25 anos de construção, foi concluída a Estrada de Ferro de Bragança, ligando a capital ao seu hinterland mais acessível, a atual Zona Bragantina. Quatro anos depois as vendas de borracha começaram a cair e o … Continuar lendo

Museu do Marajó ameaçado

Transcrevo, a seguir, pelo seu valor, mensagem de um amigo, paraense que agora reside fora do Pará, sobre o Museu do Marajó, em Cachoeira do Arari. Espero que sensibilize a quem interessar possa. Estive no Marajó também pelo natal e visitei Cachoeira do Arari pela 1ª vez. Queria ver a paisagem dos campos e o … Continuar lendo

Tragicomédias à Hollywood

Eu ainda usava calças curtas quando me tornei fã das duas louras de exportação dos Estados Unidos através de Hollywood: Doris Day e Debbie Reynolds.A indústria do cinema vendia as duas atrizes como puras, simples e assexuadas. Era a imagem de que precisávamos numa época em que o cinema era “a maior diversão”, conforme os … Continuar lendo

Brasileiro: mais conservador?

A cada ano, está se tornando mais conservador. É o que diz pesquisa realizada pelo Ibope a partir de um índice que o instituto medir o estado do conservadorismo no Brasil. As informações foram divulgadas com exclusividade por José Roberto de Toledo, em O Estado de S. Paulo. Elas revelam que o  medo é a principal razão do … Continuar lendo

Enciclopédia amazônica

O blog Amazônia Hoje (amazoniahj.wordpress.com) é a minha derradeira tentativa de colocar o habitante da Amazônia e os que a ele são solidários diante da história contemporânea da região. Reúne as informações do meu arquivo postas à disposição de todos, gratuitamente. Espero que se torne fonte de consulta e mesmo de debate sobre o cotidiano … Continuar lendo

A história na chapa quente (5)

O presidente e o sociólogo, o médico e o monstro (Artigo publicado na edição 237, de junho de 2000, do Jornal Pessoal) O ser humano não é unidimensional (só coagido pode caber numa sociedade unidimensional, como mostrou Herbert Marcuse). Sua complexidade chega aos extremos do mistério. Certos enigmas humanos não conseguimos decifrar mesmo se nele … Continuar lendo

A história na chapa quente (4)

O tamanho da academia (Artigo publicado na edição 237 do Jornal Pessoal, de julho de 2000, Narra um episódio que atesta o tamanho da academia quando gerida por anões. O economista José Marcelino Monteiro da Costa foi um dos fundadores do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos da Universidade Federal do Pará, em 1973. Alguns anos … Continuar lendo