//
Arquivos

Cultura

Esta categoria contém 220 posts

O crime da corda

A romaria do Círio completa uma semana amanhã e nenhuma iniciativa do poder público sobre a ação, cada vez mais ampla e audaciosa, de pessoas que cortam a corda dos romeiros para vendê-la em pedaços no mercado negro. A omissão das autoridades tem servido de estímulo para a ousadia desses piratas, que já se agrupam … Continuar lendo

O assalto à corda do Círio

Alguns leitores se manifestaram a propósito do artigo sobre uma nova modalidade de crime em Belém: o roubo da corda do Círio. Antes, era a partilha de um dos maiores símbolos da romaria como prova de fé e devoção ou souvenir, em ações isoladas. Agora parecem estar surgindo grupos ou mesmo quadrilhas que cortam a … Continuar lendo

O crime no Círio

O crime em Belém chegou ao Círio de Nazaré. Na procissão deste ano, que está na sua fase final, ficou completamente visível a ação de pessoas que cortam antecipadamente a corda, um dos grandes símbolos da romaria. Não por fé ou superstição: é para vender pedaços da corda de sisal entrelaçado no mercado negro. Uma … Continuar lendo

Agora é arte

Da família, apenas a presidente da Fundação Romulo Maiorana, Roberta, quando nada por dever de ofício, como promotora do evento, esteve presente à abertura da 36ª edição do Salão Arte Para, ontem à noite. Institucionalmente, o Arte Pará se enfraqueceu bastante. Do Estado, apenas o secretário de cultura, Paulo Chaves Fernandes, respondeu presente. Há menos … Continuar lendo

Quantos no Círio?

Agora que o Círio está se tornando um item efetivo do calendário internacional de grandes eventos, quem de direito devia tomar uma providência: mandar calcular cientificamente quantas pessoas acompanham a trasladação e a romaria do dia seguinte. Se der, uma estimativa das demais manifestações já oficializadas para chegar a uma massa geral de comparecimento a … Continuar lendo

André existe: amém!

Este é o prefácio que escrevi para o último livro de André Nunes, Minha Doce Puta – um romance na Terra do Meio do mundo, lançado no dia 14, na Fox. Por motivo de força maior, faltei ao debate. Mas não à honra de, mais uma vez, prefaciar um novo grande livro de André, meu … Continuar lendo

Wagley, Galvão e a Amazônia devastada

Duas datas importantes para a Amazônia passaram quase em brancas nuvens em 2016: os 90 anos do nascimento do antropólogo americano Charles Wagley e os 50 anos da publicação do principal livro que ele escreveu, Amazon Town: a Study of Man in the Tropics (na tradução brasileira, de Clotilde da Silva Costa, “Uma Comunidade Amazônica … Continuar lendo

A história na chapa quente (322)

O caipira e a preconceituosa (Publicado no Jornal Pessoal 326, de junho de 2004) Já se foi o tempo em que eu gostava de festas juninas. Elas se foram da minha preferência não por representarem um Brasil caipira, que precisa ser enterrado pelo Brasil moderno, ou pós-moderno. Também não gosto mais de carnaval e nem … Continuar lendo

Cultura para os amigos?

Apesar do seu nome poder ser confundido com a festa pré-Círio, realizada em outubro no Bar do Parque, em Belém, a Chiquita Bacana Serviços Artísticos tem sua sede em São Paulo. No ano passado ela faturou 75 mil reais no XV Festival de Ópera do Teatro da Paz. A Secretaria de Cultura lhe pagou 24 … Continuar lendo

Independência ou república?

A prefeitura do próspero município de Limoeiro do Ajuru, no Tocantins, avisou aos seus munícipes que decretou ponto facultativo hoje, “em comemoração ao dia da proclamação da república”. Conecta-se à linha do pernas pro ar que ninguém é de ferro – no serviço público. Amanhã é feriado, o único estadual. Para comemorar a adesão do … Continuar lendo