//
você está lendo...
Minério, Política

Tem deputado na mineração no Pará

O deputado federal Ricardo Barros (do PP do Paraná) abriu, em agosto de 2020, a RC6 Mineração, empresa para extração de manganês, Em março deste ano, a empresa passou a compor o quadro societário da Sulpar Mineração, empresa fundada em 31 de março, com sede em Marabá, o centro de crescente extração ilegal de manganês. 

Sediada no Paraná, a Sulpar está inscrita na Receita Federal com foco na fabricação e envase de água mineral, “o que não credencia a RC6 Mineração a realizar extração e exportação de minério”, segundo Brasil de Fato.

O jornal informa que a Sulpar tem como sócios o empresário Giovanni Ribeiro Amorim, dono de mineradoras no Pará e em Minas Gerais, e que atua na exportação de manganês ao exterior. No momento, a empresa não tem solicitação para liberação de lavras e licenças junto à Agência Nacional de Mineração.

O novo parceiro comercial de Ricardo Barros no ramo da mineração, Giovanni Ribeiro Amorim, é o único proprietário da GR Amorin Minerais. A empresa declarou capital social de R$ 1,5 milhão e tem como atividade principal o apoio à extração de minerais metálicos não-ferrosos. 

Há 12 requerimentos de mineração feitos pela GR Amorim Minerais à ANM entre 2018 e 2021. Todas as solicitações são para explorar o subsolo de áreas próximas de Terras Indígenas. Os projetos de mineração de Amorim estão nos municípios de Marabá, São Félix do Xingu, Novo Repartimento e Rio Bonito.

As 12 requisições estão ativas e 10 delas estão em tramitação avançada, com autorização de pesquisa já outorgada pela ANM. Os pedidos são para extração de manganês, ouro, cobre e ferro que somam, no total, 444,5 km², o equivalente a mais de cinco vezes a área da mina de Carajás, da Vale.

O deputado é autor do requerimento que aprovou a urgência do projeto de lei nº 191/22, que libera a mineração em terras indígenas.

Discussão

Um comentário sobre “Tem deputado na mineração no Pará

  1. Tinha que ser esse tal de Ricardo Barros, um cínico e covarde que faz parte da esgotosfera da política paranaense, está do lado do que há de pior na bandidagem (bem como faz leis pra protegê-la), nunca respeitou o povo que o elegeu e que envolvido até o talo com malandragens e diversos crimes. Não sei como é que o povo paranaense, que se orgulha de constituir um estado dito desenvolvido economicamente, consegue eleger e reeleger um traste desse. Em qualquer país sério esse cara não ia se criar.

    Curtir

    Publicado por igor | 23 de junho de 2022, 20:26

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: